Coveiro é preso suspeito de fazer sexo com cadáver em Parnaíba ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Coveiro é preso suspeito de fazer sexo com cadáver em Parnaíba


Idosa de 79 anos foi enterrada no sábado (30), no Cemitério Público.
Após indícios encontrados no local, polícia chegou até o suspeito do crime.

 Túmulo de idosa foi violado e polícia investiga caso de necrofilia (Foto: Renato Farias / Portal PHB em Nota)

 

Um homem foi preso em flagrante na manhã deste domingo (30) por suspeita de violar um túmulo e ter relações sexuais com um cadáver no Cemitério Público de Parnaíba, Litoral do Piauí. A sepultura violada foi de uma idosa de 79 anos enterrada no sábado (29).

De acordo com o major Adriano Lucena, comandante de policiamento, quando os policiais chegaram ao local, encontraram o corpo sem a roupa e a genitália exposta.

"Rebemos a denúncia de que alguém teria violado a cova de uma idosa enterrada no sábado. Ao chegar no local, os policiais encontraram o corpo com sinais de que teria sido abusado sexualmente e acionaram a perícia. Após indícios achados no local, a polícia chegou até o coveiro do cemitério, que foi preso e levado para a Central de Flagrantes de Parnaíba", relatou.

O major contou que um exame de corpo de delito será feito no suspeito para comprovar o crime de necrofilia [atração mórbida por cadáveres]. O coveiro deve também prestar depoimento ainda neste domingo na Delegacia Regional de Parnaíba. O cemitério foi isolado e os familiares da idosa informados do caso.

Polícia Militar e perícia estiveram no cemitério apurando o crime (Foto: Renato Farias / Portal PHB em Nota)

O chefe de investigação Robinson Castilho, da Delegacia Regional de Parnaíba, revelou ao G1 que exames feitos no Instituto Médico Legal (IML) constataram a presença de esperma no corpo da idosa, que já foi liberado para novo sepultamento.

"Agora temos a certeza de que retiraram o corpo para fins sexuais e o suspeito sabia do enterro recente da idosa, porque o túmulo dela foi o único violado. Estamos investigando a participação do coveiro no crime, até porque o local não tem vigia e muitos usuários de drogas frequentam o cemitério durante a madrugada", declarou.

 

 

G1

 

 

 

←  Anterior Proxima  → Página inicial