Governador vai a Brasília "oferecer" folha de pagamento do Estado à Caixa Econômica ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Governador vai a Brasília "oferecer" folha de pagamento do Estado à Caixa Econômica


Paulo Câmara convidará banco para participar de licitação envolvendo salário dos servidores


Paulo Câmara conversará com presidente da Caixa Econômica sobre folha de pagamento do Estado / Wagner Ramos


O governador Paulo Câmara (PSB) estará em Brasília, nesta quarta-feira (09), para uma reunião com a presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Miriam Belchior. Na ocasião, o socialista vai debater a relação da instituição financeira com o Estado, principalmente em tempos de crise, e "oferecer" a folha de pagamento estadual ao banco.


A intenção do governador é que a Caixa Econômica Federal participe da licitação que definirá quem gerenciar a folha de pagamento do estadual. Integrantes da administração socialista estão conversando com representantes de diversos bancos para convidá-los a participar da licitação, prevista para ocorrer ainda este ano.


O "road show" promovido pelo governo estadual já incluiu conversas com o Santander, Itaú e o próprio Bradesco, atual detentor da folha de pagamento estadual. O banco participará da licitação, mas quer um contrato diferente do modelo atual já que as atuais condições não são favoráveis à instituição financeira. Desde 2012, os funcionários públicos podem escolher o banco de sua preferência para receber o salário graças à chamada "portabilidade de conta".


Salários - Nesta terça-feira, o vice-governador Raul Henry (PMDB), em um debate na Rádio Jornal, afirmou que o Estado não pretende parcelar o salário dos servidores a exemplo do Rio Grande do Sul. O peemedebista reforçou as palavras de Paulo Câmara uma vez que o governador afirmou que, apesar da crise econômica, o Estado pagará a seus funcionários em dia.


Paulo Câmara chega a Brasília acompanhado do secretário da Fazenda, Márcio Stefanni, e do chefe da Assessoria Especial do governador, José Neto.

O Bradesco assumiu a folha de pagamento do Estado em 2010 após participar de um pregão presencial. Na ocasião, o banco ofereceu o maior lance (R$ 700 milhões) e ficou responsável pelo pagamento de cerca de 215 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas, arcando com uma folha de pagamento de R$ 480 milhões mensais. O contrato entre o governo e a instituição financeira acabará em fevereiro do próximo ano.




Jc Online




←  Anterior Proxima  → Página inicial