Usina Cruangi deve voltar a funciona este mês, segundo a Cooperativa da Associação dos Fornecedores de Cana, quatro mil empregos estão sendo criados ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Usina Cruangi deve voltar a funciona este mês, segundo a Cooperativa da Associação dos Fornecedores de Cana, quatro mil empregos estão sendo criados


Governador Paulo Câmara assina Projeto de Lei para estimular postos de trabalho com a reativação de usinas na Zona da Mata




Enquanto usinas fecham no país, Pernambuco reabre duas unidades através da iniciativa de cooperativas rurais e do apoio governamental

Nesta sexta-feira (04), o governador Paulo Câmara assina um Projeto de Lei (PL) que estimulará a abertura e a manutenção de 8 mil postos de trabalho na Zona da Mata, através da reativação de usinas sucroalcooleiras por iniciativa de produtores rurais.

A cerimônia de assinatura, que contará com a presença de dirigentes da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP) e do Sindicato dos Cultivadores de Cana do Estado, será realizada às 11h no Palácio dos Campos das Princesas.

O secretário de Agricultura, Milton Mota, e o deputado Aloísio Lessa (PSB) também participam do evento. O PL, que será encaminhado para a Assembleia Legislativa, visa conceder crédito presumido adicional para as cooperativas de agricultores responsáveis por reabrir parques fabris e consequentemente abrir empregos na agroindústria da cana. As informações são do presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima.


Governador de PE com Alexandre (AFCP) e Gerson (Sindicape)


De acordo com o texto do Projeto de Lei, o crédito presumido no ICMS será de 6,5% sobre a produção de etanol nessas usinas. O benefício será concedido a partir desta safra. As cooperativas de agricultores terão sobre a comercialização do álcool hidratado produzido nas usinas reativadas um crédito total de 18,5% no ICMS estadual, reduzindo a carga tributária. O montante corresponde ao percentual contido no atual PL e mais 12% que já é disponibilizado pelo Governo para todos as usinas em funcionamento no Estado. O crédito presumido extra funciona como um estímulo fiscal aos produtores rurais que fazem o esforço para reativar as usinas e os postos de trabalho no interior pernambucano.

“Este crédito adicional estimulará certamente o nosso setor de fornecedores de cana a investir na readequação de parques fabris fechados e assim retomar a produção canavieira na região, contribuindo com o Estado através da volta de milhares de empregos correspondentes” diz Lima.

Na prática, este crédito extra ajudará a amenizar, no final do processo produtivo das usinas reativadas, o alto investimento aplicado para a retomada da moagem nestas unidades. Somente no apontamento que está sendo feito na Usina Cruangi, por exemplo, através da iniciativa de uma cooperativa ligada à AFCP, cerca de R$ 3 milhões já foram investidos para readequar a unidade para poder voltar a moer nesta safra.

A Usina Cruangi deve voltar a funciona ainda este mês. Estima-se que seja esmagado aproximadamente 500 mil toneladas de cana. Cerca de 4 mil empregos estão sendo criados para alimentar a cadeira produtiva em torno somente dessa unidade industrial.

Igual cenário ocorreu com a Usina Pumaty, quando foi reativada na safra passada, através da iniciativa de uma cooperativa ligada ao Sindicato dos Cultivadores de Cana de PE. E esta iniciativa será mantida neste ano, preservando os empregos já criados em torno do funcionamento e da necessidade produtiva deste parque fabril que deve moer 700 mil toneladas nesta safra. Lima aproveita para agradece ao governador pelo PL que viabilizará este atual e novo processo de reativação de usinas e de empregos no interior pernambucano, por meio da iniciativa dos produtores de cana locais.






Timbauba Agora





←  Anterior Proxima  → Página inicial