Canavieiros conquistam salário de R$ 863 ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Canavieiros conquistam salário de R$ 863




Trabalhadores e trabalhadoras da palha da cana conquistaram um reajuste de 10,08%, elevando o salário da categoria de R$ 784 para R$ 863, durante a sétima rodada de negociações da 36ª Campanha Salarial dos Canavieiros e Canavieiras de Pernambuco, realizada na tarde desta segunda-feira (26), e que seguiu até a madrugada desta terça-feira (27), no auditório da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), no bairro do Espinheiro, no Recife.

O valor da cesta básica passou de R$ 30 para R$ 35, o que representa um aumento de 16,67%, com ganho real de 6,16%.  Já o piso salarial ficou em R$ 15, havendo acréscimo de R$ 1,00. É importante lembrar que, como a data base da categoria é em 1º de outubro, esses valores já estão em vigor.


Mesmo conquistando avanços importantes nesta campanha, a categoria não saiu satisfeita com a postura dos empresários durante as negociações.  “Até então, nós vínhamos tendo uma relação sustentável, na medida do possível, pois sabemos que durante esse processo, a flexibilidade se faz necessária, em benefício de milhares de trabalhadores e trabalhadoras da Zona da Mata. Ao que parece, essa relação patrão x empregado ficou bastante enfraquecida durante o processo de negociação deste ano. Por isso, reafirmamos o nosso compromisso de continuarmos firmes na luta em defesa dos direitos dos assalariados, fortalecendo nossas bases para os próximos embates”, avisa Doriel Barros, presidente da Fetape.

A 36ª Campanha Salarial deste ano, que trouxe como tema: “Trabalho digno para quem produz riqueza”, contou com uma pauta de reivindicações com 95 cláusulas, entre sociais e econômicas. O presidente da Fetaepe (Federação dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Assalariados Rurais de Pernambuco) e diretor de Política Salarial da Fetape, Gilvan Antunis, explica que manter a tabela de tarefas em 3 toneladas de cana e garantir transporte para  os trabalhadores foram alguns destaques na negociação.

“Diante de todo esse cenário, nós nos mantivemos unidos e firmes. E isso é um reflexo de um momento anterior, quando, durante o seminário de preparação da campanha, no congresso e, sobretudo, nas assembleias gerais para aprovação da nossa pauta de reivindicações, já aprofundávamos a discussão sobre o momento delicado que estamos vivendo, não só no setor. As conquistas que tivemos são frutos desse investimento”, analisa Gilvan.

Mesmo valorizando os avanços,  ele também não aprova a postura dos patrões durante toda a campanha. “Diante do que vivemos nessas negociações, não concordamos com a postura do patronato. Vamos construir estratégias, durante os próximos meses, fiscalizando o cumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho lá no campo e, na próxima Campanha, vamos voltar com mais força e com mais peso”, planeja.


A 36ª Campanha Salarial dos Canavieiros e Canavieiras de Pernambuco foi uma realizada por representantes da classe trabalhadora –  Fetape, Fetaepe (Federação dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Assalariados Rurais de Pernambuco) e Sindicatos da Região -, com o apoio de representantes da Contag, da CUT e do Dieese.





Blog Coisas de Timbauba









←  Anterior Proxima  → Página inicial