EMPLACAMENTO DE CINQUENTINHAS NÃO FORAM TÃO EXPRESSIVOS: 4.267 VEÍCULOS EM PE ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

sábado, 14 de novembro de 2015

EMPLACAMENTO DE CINQUENTINHAS NÃO FORAM TÃO EXPRESSIVOS: 4.267 VEÍCULOS EM PE


 

O ranking da frota pernambucana continuará na mesma ordem com a exigência de emplacamento dos ciclomotores. As populares cinquentinhas. 




O que deve haver é um encolhimento da diferença percentual dos automóveis em relação ao das motos, categoria na qual os ciclomotores estão incluídos. A diferença entre as duas categorias caiu quase pela metade, em pontos percentuais, em menos de cinco anos. Era de 15% em dezembro de 2010, quando os automóveis somavam 49,4% da frota e as motos representavam 34,4%, e de somente 8,2% em setembro deste ano. O distanciamento menor entre indíces foi sendo registrado a cada ano e a expectativa é de acentuamento em 2015. Mas, ao contrário do imaginado por alguns especialistas da área, os números de emplacamentos contabilizados até a última quarta-feira não foram tão expressivos. Haviam sido emplacadas 4.267 unidades até 16h. Essa quantidade, devido a atropelos na emissão de documentos, tende a crescer, mas a velha pulga começou a rondar a orelha. Os menos de cinco mil ciclomotores emplacados podem ser um sinal preocupante de que boa parte – ou melhor, a maior parte – dos proprietários das cinquentinhas opte pela irregularidade. Em Serra Talhada, no Sertão, por exemplo, a estimativa era de que menos de 20% das cinquentinhas tinham procurado o escritório do Detran para se regularizar. Hoje sai novo balanço.


Esperemos.  fica o alerta. Ao transitarem irregularmente e sem respeito às normas de segurança, tais veículos permanecerão sendo riscos de acidentes e mortes para condutores, caronas e pedestres.


Sombra valorizada 


Pode-se denominar o Centro Cultural Miguel Arraes, em Prazeres, de muitas coisas. Até de elefante branco. Menos de que não oferece abrigo tranquilo aos seguranças do imóvel. Os vigilantes aproveitam a sombra da marquise do prédio, inaugurado pelo estado em 2012 e nunca aberto ao público.


Perigo na travessia


O shopping recém-inaugurado em Paulista tem atraído muita gente. As pessoas que optam por ir caminhando ao centro comercial queixam-se da dificuldade de atravessar a PE-015. São três pistas, o que tem contribuído para o aumento dos defensores pela instalação de uma passarela na rodovia.


Cara na porta


Na Ilha de Itamaracá, o Forte Orange frustra diariamentes turistas e estudantes que procuram conhecer detalhes da história do Brasil. A fortaleza, tombada em caráter nacional, está fechada. Guias de turismo escutaram ontem pelo menos 30 lamentos de visitantes de outras cidades e estados.
Refez a conta…


A crise econômica tem seu lado positivo. O estado calculou daqui e dali e constatou não abastecer 2,3 mil famílias, por meio de carros-pipa, em municípios do Sertão do São Francisco e sim 1,5 mil. A explicação apresentada em audiência pública, em Petrolina, foi de duplicidade de cadastros.


…Diminuiu os carros


Duplicidade pode ser traduzida por uma mesma família abastecida por mais de um carro-pipa. Logo, mais gasto. Daí, outro efeito da crise: o estado informou na audiência, que, embora vá reduzir o número de carros-pipa, o abastecimento não terá prejuízos. Petrolina terá 17 carros e não mais 73.




Blog do Carlos Araujo





←  Anterior Proxima  → Página inicial