ENSAIOS DE CARNAVAL ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

ENSAIOS DE CARNAVAL



Até bem pouco tempo, Luiza Brunet estava na ponta da língua de 9 entre 10 beldades ligadas ao carnaval como exemplo de beleza e elegância na folia. Com a aposentadoria da modelo, esse posto foi aos poucos sendo ocupado por Viviane Araújo, 40 anos. Tal qual Brunet, a rainha de bateria do Salgueiro, no Rio de Janeiro, e da Mancha Verde, em São Paulo; seguiu trajetória parecida: sempre ligada ao carnaval, muito tempo de Avenida – 20 anos -, e simplicidade e compromisso com suas agremiações – ela tem oito anos em cada.

Por tudo isso, Vivi passou a ser chamada de rainha das rainhas. Título que ela festeja, se orgulha, mas não se ilude. Sabe que ele também desperta muita inveja e cobiça nas aventureiras do carnaval.

“Se me elogiarem de verdade, se não for com olhares de inveja, tudo bem (risos). Se for por admiração, eu me sinto muito orgulhosa em ter esse reconhecimento como rainha. Acho que sou uma rainha que ama de verdade o que faz, que tem uma história. Agora muitas dizem que me admiram, mas na verdade querem estar no meu lugar, no meu posto (risos)”, diz ela espertamente.

Por toda essa malandragem e experiência, Viviane Araújo ganhou mais uma vez o direito de fechar em grande estilo a série de ensaios de carnaval do EGO 2016, o “Elas brincam com as cores da folia”. Para posar para as fotos, além de muito vermelho e branco de sua escola carioca, ela escolheu o tamborim, seu fiel companheiro na Avenida.
“Acho que várias mulheres encaram a Sapucaí como uma vitrine, para aparecer. Acho chata a ganância pelo posto, em que as pessoas fazem qualquer coisa para ser rainha”, diz ela também desmistificando a aura de rainha gostosa e soberana – o que é -, mas que, segundo ela, não faz força para tal.
“Por eu ser uma artista, uma atriz, por ter a coisa do símbolo sexual que as pessoas dizem que eu sou – e que eu nem acho que eu sou -, tem a cobrança de acordar e não ter nem olheira.

 No outro dia postei uma foto assim no Instagram e fui criticada. Porra, sou humana, sou normal (risos)! No mais, quero estar bem fisicamente, com uma saúde legal. Mas não me privo de comer o que tenho vontade. Se me der vontade de comer uma pizza, um pastel – que eu amo -, eu vou comer (risos)”, diz Vivi contando ainda que está com o mesmo corpo já há alguns meses.

Do carnaval, ela só quer mesmo se divertir, como nos primórdios em que começou a desfilar, sem pensar em parar.
“Sei que eu vou ter que parar porque um dia eu vou querer parar, mas quando vai ser esse momento, eu não sei (risos). Talvez quando o corpo pedir. Mas isso em relação a ser rainha. Deixar de desfilar, jamais”, pontua a majestade do Salgueiro vislumbrando no futuro desfilar grávida. Quem sabe?
“É uma coisa que eu quero muito, mas sempre acontece alguma coisa, um trabalho. Mas acho que quando tiver acontecer, vai acontecer, não fico obcecada com isso. Mas gostaria de desfilar de barrigão. Deus é bom para mim e ele vai me abençoar um dia (risos)”, diz ela, sem pressão, sorriso nos lábios e soberana como sempre.


Rádio Salgado




←  Anterior Proxima  → Página inicial