Jovem de Vitória de Santo Antão passa bem após realizar transplante de intestino nos EUA ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Jovem de Vitória de Santo Antão passa bem após realizar transplante de intestino nos EUA


 

Weverton Fagner de Medeiros Gomes, 19 anos, passou cerca de dez horas na sala de cirurgia

Weverton deve ficar sedado e entubado na sala de recuperação até a noite desta quinta-feira (11), quando vai ser transferido para a enfermaria / Foto: Reprodução


O jovem Weverton Fagner de Medeiros Gomes, 19 anos, de Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, está bem após passar por um transplante de intestino nos Estados Unidos. O procedimento durou cerca de 10 horas e ele saiu da sala de cirurgia por volta de 1h desta quinta-feira (11). 


Weverton deve ficar sedado e entubado na sala de recuperação do hospital Jackson Memorial, em Miami, até a noite desta quinta-feira (11), quando vai ser transferido para a enfermaria. "Graças a Deus está tudo bem com ele, mas não vamos parar de orar pela vida do nosso Weverton", disse o primo do garoto Nadjânio Duarte.


Nos próximos dias, o jovem vai passar por uma série de exames para verificar a aceitação do órgão. O transplante é um procedimento de alta complexidade e o intestino é um órgão que causa muita rejeição. O doador compatível com Weverton foi um garoto de 13 anos.


O estudante chegou aos Estados Unidos acompanhado dos pais em novembro de 2015. No dia 9 de fevereiro, a equipe médica do hospital Jackson Memorial, informou que o Weverton deveria ir com urgência à unidade de saúde, pois o órgão estava passando por uma análise de compatibilidade.


CASO - O jovem ficou internado no Hospital Otávio de Freitas (HOF), no bairro de Tejipió, na Zona Oeste do Recife, entre julho e novembro do ano passado. Weverton deu entrada na unidade de saúde com sintomas de um quadro de apendicite e precisou ser submetido a um procedimento cirúgico. Dias depois, a equipe médica identificou uma trombose no intestino do jovem e, por isso, 90% do órgão precisou ser retirado. 


A família do estudante recorreu a campanha #ForçaWeverton nas redes sociais para arrecadar os quase R$ 4 milhões para custear a cirurgia e também entrou na Justiça para que o tratamento fosse custeado pelo governo. Os familiares conseguiram arrecadar cerca de R$ 524 mil. A Justiça, por sua vez, determinou que a União custeasse todo o tratamento de Weverton até a sua alta. A página #ForçaWeverton no Facebook, conta com quase 25 mil curtidas.



Jc On  Line




←  Anterior Proxima  → Página inicial