Antônio Moraes e deputados se posicionam sobre divulgação de escutas telefônicas do ex-presidente Lula ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 17 de março de 2016

Antônio Moraes e deputados se posicionam sobre divulgação de escutas telefônicas do ex-presidente Lula


A liberação de áudios e transcrições de diversas interceptações telefônicas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, na tarde dessa quarta (16), concentrou as atenções dos parlamentares na Reunião Plenária desta quinta (17). Os deputados pernambucanos usaram a tribuna para se manifestar sobre a legalidade do procedimento e o conteúdo das escutas.


O primeiro a comentar a temática foi o deputado Antônio Moraes (PSDB), no Pequeno Expediente. Ele leu trechos das conversas grampeadas, que chamou de “pouco republicanas”, e destacou o que seriam contradições do atual Governo. “Tem conversa mandando ex-ministro cobrar gratidão do procurador-geral da República, o prefeito do Rio de Janeiro fazendo deboche do sítio em Atibaia e do triplex, Lula chamando os ministros do Supremo (Tribunal Federal) de ‘frouxos’ e pedindo ao ministro da Fazenda que ele interviesse na Receita Federal e na Polícia Federal. É lamentável o que vimos ontem”, observou.

No Grande Expediente, foi a vez do deputado Edilson Silva (PSOL) se posicionar. “Não vi ninguém indignado com a postura do juiz Moro, que grampeou a presidente (Dilma Rousseff) e liberou o áudio em uma atitude fora da sua competência”, avaliou. O parlamentar destacou que a sociedade está polarizada, mas que é da oposição programática ao Governo Dilma. “Sou contra as propostas de reforma da previdência e de ajuste fiscal e contra a criminalização dos movimentos sociais. Mas também sou contra a tentativa de expulsá-la do cargo sem base material para isso”, salientou. Para o psolista, a Operação Lava Jato, que até então estaria apresentando resultados importantes para o fortalecimento da República, tem tomado rumos perigosos nos últimos dias.

Em apartes, os deputados Clodoaldo Magalhães (PSB) e Rodrigo Novaes (PSD) fizeram o contraponto parabenizando o trabalho do juiz Moro. “Esse vazamento, que eu chamo de publicação do que é importante para a sociedade brasileira, foi feito responsavelmente. Acredito que o STF vai devolver o processo para ele”, defendeu o socialista. “O conteúdo das gravações mostra uma tentativa de Dilma acobertar Lula de maneira a evitar sua prisão e condenação em primeira instância. Quero elogiar o juiz Moro por sua coragem, passando a limpo o País, como a classe política não soube fazê-lo”, acrescentou Novaes.

Acompanhe outras notícias também no blog da rádio web!

www.RADIOWEBMACAPARANAHOJE.blogspot.com


Texto: ALEPE
Imagem: Rinaldo Marques
←  Anterior Proxima  → Página inicial