Mulheres vendem o corpo por R$ 5 para comprar crack em Recife ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

sábado, 19 de março de 2016

Mulheres vendem o corpo por R$ 5 para comprar crack em Recife




Durante 15 dias, o Repórter Record Investigação investigou a face obscura e deplorável da prostituição em Recife, capital de Pernambuco. Meninas, grávidas e mulheres de várias idades fazem programas em manguezais nas piores condições de saúde pública. Para conseguir sobreviver e, principalmente, consumir crack, elas chegam a vender o corpo por apenas R$ 5
As praias e a arquitetura atraem milhares de turistas do mundo todo para Recife. Mas, quando cai a noite, surge outro lado, também muito conhecido pelos visitantes. A cidade é um dos maiores pontos de turismo sexual do Nordeste


É nos manguezais, às margens do rio Capibaribe, que a prostituição mostra seu lado mais obscuro. E a região fica bem próxima aos principais centros do poder no Recife


A região é tomada por mulheres jovens, outras mais velhas e também travestis. Na calçada, elas abordam todos que passam pela avenida. Quando conseguem fisgar alguém, vão direto para o mangue

.
As mulheres se prostituem e também moram no mangue. Todas pelo mesmo motivo: a dependência do crack. Algumas chegam a cobrar apenas R$ 5 pelo programa, só para ter dinheiro para comprar a droga, O lugar é perigoso e o tráfico de drogas acontece em plena luz do dia. Os roubos são frequentes e existem até relatos de assassinatos por lá.


 equipe de reportagem se arriscou e entrou no mangue. Lá, conheceu histórias impressionantes de mulheres que vivem em condições desumanas e fazem de tudo para manter o vício no crack.




Coisas de Timbauba




←  Anterior Proxima  → Página inicial