Primeira protagonista negra de 'Malhação' será faxineira e nordestina ~ Macaparana Hoje - Informação com agilidade!

AGORA NO BLOG...

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Primeira protagonista negra de 'Malhação' será faxineira e nordestina



Personagem gerou polêmica entre internautas


Caiuá Franco/Globo/Divulgação

 Após 21 anos no ar, a novela global Malhação: Seu lugar no mundo finalmente terá a primeira protagonista negra, interpretada pela mineira Aline Dias, a partir do dia 22 de agosto. O enredo da personagem, entretanto, gerou críticas entre os internautas, antes mesmo da estreia. Joana é uma cearense de 19 anos que, após uma briga familiar, sai da casa onde morava com o padrasto e a avó e se muda para o Rio de Janeiro.

No Ceará, ela é amiga de Sula (a pernambucana Malu Falangola). Na capital carioca, ela vai primeiramente à casa de Tânia (Deborah Secco), a melhor amiga da mãe dela. Joana nunca conheceu o pai biológico, quem passa a procurar na Cidade Maravilhosa, e consegue emprego como faxineira da academia Forma, de Ricardo (Marcos Pasquim). Ela se apaixonará por Gabriel, vivido pelo ator Felipe Roque. O rapaz forma, junto com Giovane (Ricardo Vianna), uma promissora dupla de vôlei de praia.
Após elogios devido a escolha de uma atriz negra para estrelar a trama, a Globo recebeu críticas devido aos detalhes da nova temporada. "Faxineira que se apaixona pelo dono da casa, lindo, branco e marrento! Por que esse estereótipo preto e pobre não acaba?", questionou um internauta. "E será faxineira que provavelmente se apaixonará pelo branquinho riquinho. Ela sofrerá preconceito das branquinhas por ser empregada doméstica e vão fazer da vida dela um inferno, no fim ela ficará com o branquinho riquinho e conseguirá vencer na vida! Típico", reforça outro.

A Globo ainda não se manifestou sobre a repercussão negativa. O diretor Leonardo Nogueira, entretanto, disse em entrevista ao jornal O Globo, do mesmo grupo da emissora, que Aline Dias não foi escalada por ser negra. "Ela não foi escolhida por isso. E, sim, por ter a ver com a personagem. Não poderia ser uma atriz que passa fragilidade, sabe? A Joana tem uma força muito grande, larga tudo e vai atrás da vida. E, quando a gente olha para a Aline, acredita nessa pessoa — justifica Leonardo, também à frente de “Sol nascente", contou ele.

À imprensa, Aline revelou ter sido vítima de bullying na época da escola, por ser uma das poucas alunas negras. "Muitas vezes chegava em casa me sentindo inferior. Não gostava do meu cabelo cacheado. Mas minha família sempre conversou muito comigo e consegui entender que a gente é bonito do jeito que é. Se a gente não se aceitar, quem é que vai?", questionou.

Para a protagonista, estrelar a novela é um reforço à representatividade e uma forma de combater o racismo ainda gritante no país. "Acho que isso mostra o quanto a gente está evoluindo. Fico feliz de ver que a presença de atores negros em tramas está cada vez mais constante, como acontece em Mister Brau, por exemplo. Vai ser ótimo para conscientizar as pessoas de que ainda existe racismo, ainda existe preconceito e desigualdade social", refletiu, na entrevista a O Globo.

A nova temporada de Malhação começa no dia 22 de agosto, depois de hiato provocado pelos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016, que começaram nesta quarta-feira. Escrita por escrita por Emanuel Jacobina e com direção-geral de Leonardo Nogueira, a nova fase tem o desafio de repetir os bons índices de audiência da temporada encerrada nesta terça-feira. Com 25,8 pontos de média, o capítulo final foi o melhor desde 2011.

Fonte uai.com

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário