AGORA NO BLOG...

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Fábio Assunção e Pally Siqueira gravam documentário sobre o samba de coco no Sertão


Ainda sem muitos detalhes divulgados, projeto realizou gravações no município de Arcoverde com o tradicional Coco Raízes de Arcoverde


Fábio Assunção visitou a sede do Coco Raízes de Arcoverde. Foto: Silveraço/Coco Raízes de Arcoverde/Reprodução


A cineasta Pally Siqueira e o ator Fábio Assunção iniciaram neste mês as gravações de um documentário sobre o samba de coco, no Sertão Pernambucano. Pally é natural do município de Arcoverde, pertencente à região do Moxotó, cidade conhecida pela tradição na cultura popular.

Durante uma semana, o grupo visitou a cidade Arcoverde, registrando imagens e relatos da tradição do samba de coco e do trupé - dança e marcação rítmica realizada por um tamanco de madeira típica da região - com os grupos Coco Raízes de Arcoverde, Coco Trupé de Arcoverde e Coco Irmã Lopes. Em um dos registros divulgados, a equipe de filmagem aparece no cruzeiro da cidade, onde fica a sede do Coco Raízes, acompanhada dos coquistas em uma grande roda de samba.

Durante o período que a equipe esteve na região, passou ainda pelos municípios de Tupanatinga e Buíque, que integram o Parque Nacional do Vale do Catimbau. A região do Catimbau é bastante conhecida, além de suas belezas naturais, pela forte presença indígena - guardiões dos segredos da toré e origem do coco.

Sem divulgar muitos detalhes do projeto, a equipe tem publicado diversos registros do período de gravações nas redes sociais. Em uma postagem no Instagram, Fábio Assunção agradeceu à equipe e o aprendizado com a cultura local: "Minha gratidão à equipe - Pally, Felipe, Icaro, Rodolfo, Moabe, Alex, Martina e a Lu e Dona Sandra que nos recebeu em sua casa todos esses dias com muito amor!!!! Viva Arcoverde!!!! Viva o samba de coco que tanto nos deu".

Em foto divulgada, Assunção entrevista o poeta Ícaro Tenório. Foto: Facebook/Reprodução
Em foto divulgada, Assunção entrevista o poeta Ícaro Tenório. Foto: Facebook/Reprodução


Outro dos entrevistados é o poeta arcoverdense Ícaro Tenório, do qual Fábio Assunção postou um poema no Instagram: "Tirem os rachões e a fome dos meus retratos/ esqueçam a desgraça das árvores sem folhas/ Hoje sou verde/ e não preciso de sua filantropia/ não tenho sede/ tenho psicoses/ e é com elas que anuncio a todos/ como uma certeza invencível/ que necessito de suas inteligências/ Suas cognições/ não se sua complacência/ Pois sou antes de seca, Arte". 



Fonte Diario de Pernambuco
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário