AGORA NO BLOG...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

No Recife, documento da Assembleia de Deus proíbe jovens de namorar







Uma noticia tendenciosa e de caráter pejorativo está circulando as redes sociais divulgando que a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Pernambuco (IEADPE), estaria proibindo os seus jovens de namorar. Pois bem, vamos aos fatos e a veracidade desse conteúdo cujo único objetivo é manchar o nome da instituição religiosa.

No da 11 de fevereiro, um blog intitulado de "Boteco Teológico" (sic), publicou uma postagem mostrando um documento assinado pelo Pastor Ailton José Alves, Presidente da IEADPE, redigido pela coordenação do Departamento de Adolescentes do Templo Central em Recife que fazia referência a algumas considerações a este departamento da igreja. Entre elas, estaria esta última que seria sobre o namoro entre adolescentes.

De imediato, a referida postagem causou uma polêmica sem relevância, de tal maneira que até a mídia imbuída de um interesse maléfico contra a igreja (como já é comum), usou suas plataformas para tentar denegri-la.



O nível de maldade é tão grande que na imagem acima, o título diz: "No Recife, documento da Assembleia de Deus proíbe jovens de namorar", quando na verdade o documento em nenhum momento faz referência aos jovens da igreja, mas sim aos adolescentes. Entretanto, algumas questões merecem aqui serem esclarecidas, e de forma imparcial.

Como disse, a IEADPE em nenhum momento faz referência aos jovens da igreja, pois em sua forma departamental, os jovens formam um grupo totalmente independente sem nenhum vínculo com este outro departamento, chamado de União de Adolescentes. A União de Adolescentes é um órgão de louvor da igreja como outro qualquer, e de igual modo também possuí suas regras e orientações exclusivas para aqueles que desejam formar e participar deste órgão. Ou seja, esse documento não foi repassado para os demais adolescentes da igreja, apenas para aqueles que desejam fazer parte deste órgão, o que não foi devidamente explicado pela postagem pejorativa e pela mídia preconceituosa.

É uma incoerência exuberante de uma igreja evangélica proibir os seus jovens de contraírem namoro, noivado ou casamento, uma vez que a Bíblia assim não os proíbe. Partindo desse pressuposto, a IEADPE faz mais do que a sua obrigação como Igreja Cristã de orientar os seus adolescentes compromissados com a fé cristã a focarem nos estudos, na sua vida profissional e espiritual e não em relacionamentos precoces que venham trazer consequências irreparáveis como gravidez indesejada, Infecções Sexualmente Transmissíveis e etc.

Quanto ao blog que por fim publicou a tal postagem, fica claro em poucos minutos de navegação em suas publicações, o ódio com que o seu autor demonstra ter com o Movimento Pentecostal e com as principais doutrinas bíblicas defendidas pela Assembleia de Deus no Brasil, isso sem falar em fotos e conteúdos inadequados para um servo de Deus apreciar.

Por trás desse ódio contra a igreja, fica transparecido o inconformismo com o crescimento da instituição não apenas em Pernambuco (que já passa de mais de 1.000.000,00 de membros), como também no Brasil. Aqui deixo essa advertência aos incautos e desavisados que navegam na internet: antes de creditar qualquer notícia que seja vinculada na rede, seja crítico e analise bem antes de dar sua palavra final.




Fonte NE10

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário