AGORA NO BLOG...

sexta-feira, 10 de março de 2017

Boa Esporte é criticado por contratar o goleiro Bruno




Reprodução/Instagram/Bruno

Desde que Bruno Fernandes deixou a prisão após cumprir pena pela morte de Eliza Samudio, alguns clubes são especulados como opção para o goleiro. 
Após Penarol-MS e Paduano-RJ demonstrarem interesse, uma nova equipe surge como provável destino; o Boa Esporte, que irá disputar a Série B em 2017. Nesta sexta-feira (10), Bruno postou uma foto vestindo a camisa da equipe ao lado do advogado e diretores da equipe de Varginha-MG. O que causou uma repercussão negativa para o Boa. Em entrevista ao Globoesporte.com, o diretor do Boa, Roberto Moraes, disse não se preocupar com a situação do goleiro com a justiça. A justificativa da contratação esteve na questão técnica. “Na realidade tem 4 ou 5 dias que a gente apertou mais, mas o Boa Esporte sempre teve interesse, enviou o documento para ajudar ele a ter o benefício com a Justiça, foi isso. Eu não tenho que comentar sobre isso, eu tenho que ver a parte do Boa tecnicamente. Se eu estou contratando é porque ele tem condições de jogar pelo Boa”, garantiu o dirigente.

Imediatamente após as primeiras fotos e divulgações, criou-se uma revolta contra o clube mineiro nas redes sociais. Internautas, torcedores do Boa e de outros clubes encheram as publicações da página oficiais com críticas e promoveram um ‘vomitaço’ em cada uma delas. “É uma camisa que nunca terá o meu respeito. E acredito que da maioria, não só de Minas, mas de todo o Brasil. Ver o Boa do goleiro Bruno ser derrotado será o prazer em comum de todas as torcidas”, declarou um seguidor.
“É essa a homenagem ao dia da mulher que falaram na quarta-feira? Trouxeram um homem que matou a mãe do próprio filho. Simplesmente uma vergonha”, desabafou outra internauta. Atualmente na segunda divisão estadual, o clube pode render projeção ao goleiro durante o Brasileiro, pois o Boa irá disputar a Série B neste ano. Bruno estava preso desde 2010, quando foi condenado pela morte de Eliza Samudio, com quem se relacionou e teve um filho.

Fonte Pernambuco Conectado


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário