AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 9 de março de 2017

Turista morre após bater moto aquática em lancha em praia de SC




Jovem de Pernambuco colidiu ao tentar desviar de lancha, diz bombeiro.
Ele não tinha habilitação; dono do veículo tentou fugir.


Jovem morreu em acidente no mar em SC (Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)


O piloto de uma moto aquática, de 23 anos, morreu depois de bater em uma lancha na praia da Armação da Piedade, em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o acidente ocorreu por volta das 17h30 de quarta-feira (8). Com ele, estava a irmã que não se feriu.

Depois da colisão, Diego Henrique de Almeida foi projetado para a frente, caiu na água e bateu com a cabeça na hélice da lancha. Conforme os militares, o jovem teve traumatismo craniano seguido de uma parada cardiorrespiratória e morreu no local do acidente.
Sem habilitação
Ainda segundo a guarnição, Diego não era habilitado para conduzir o veículo e testemunhas relataram que ele fazia manobras arriscadas e, ao tentar, desviar a lancha, colidiu.
Família estava na lancha
O jovem era um turista de Pernambuco. Na lancha, estava a mãe dele e outros parentes, de acordo com os bombeiros.
O dono da moto náutica chegou a fugir do local , já que, conforme a corporação, a lei proíbe o empréstimo de veículo marítimo para condutor não-habilitado. Ele foi localizado pela Capitania dos Portos na praia de Jurerê, em Florianópolis, detido e conduzido à delegacia do Norte da Ilha onde prestou depoimento.
Inquérito
O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve no local e levou o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) da capital. Em nota, a Marinha lamentou a morte do jovem e comunicou que instaurou inquérito administrativo para apurar causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente.
A Capitania dos Portos esteve no local do acidente na noite de quarta e fez a verificação dos documentos dos veículos náuticos. A moto aquática, conforme a Marinha, foi apreendida na marina de Jurerê e o proprietário dela deve responder administrativamente.


Fonte G1 Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário