AGORA NO BLOG...

domingo, 28 de maio de 2017

Chuva na Grande Maceió deixa 4 mortos, 33 feridos e 250 famílias desalojadas




Centenas de famílias na Grande Maceió estão desalojadas por causa da chuva forte que atinge a região neste sábado (27). Quatro pessoas morreram - entre elas, uma criança -, outras quatro estão desaparecidas e mais de 30 ficaram feridas por conta de deslizamentos de terra. Há 250 famílias desalojadas na cidade de Marechal Deodoro. Na capital, que decretou estado de calamidade, a Defesa Civil estima que sejam 150.

Resultado de imagem para chuvas em maceio

Faz uma semana que chove forte em todo o estado, mas estragos se intensificaram nesta madrugada. Além dos 4 mortos, deslizamentos de barreiras sobre casas deixaram mais de 30 pessoas feridas.
Os deslizamentos na capital aconteceram na parte alta de Maceió. Quem vive na região está apreensivo pelo risco.

"Quando a barreira caiu, foi um estrondo tão grande que parecia que ia acabar o mundo. Estou com muito medo, mas não tenho outro lugar para ir", disse a dona de casa Cícera Clevia Barbosa Costa.
Até o início da noite, apenas duas das quatro vítimas mortas tinham sido identificadas. Marli Santana de Oliveira, 48, natural de São Paulo, e Benedito Valdevino da Silva, 56, natural do município alagoano Atalaia.
As outras quatro pessoas desaparecidas após os deslizamentos ainda não tiveram os nomes divulgados. As buscas foram encerradas no início da noite, segundo o Corpo de Bombeiros, por causa da falta de iluminação. O local foi isolado e os trabalhos devem ser retomados no domingo (28).
A prefeitura de Marechal também decretou situação de emergência. Em diversos municípios já foram registrados alagamentos, deslizamentos de barreiras, acidentes de trânsito, quedas de árvores e outros incidentes.

O governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB), disse que vai decretar situação de emergência em municípios que tiveram danos por causa das chuvas.
Dois povoadas em Atalaia ficaram isolados depois que o rio que corta a região transbordou e bloqueou a única estrada de acesso a eles.

E a chuva não deve dar trégua tão cedo. A meteorologia prevê pancadas de chuvas em diversas regiões do estado. A Defesa Civil está em alerta. Veja a previsão do tempo para este fim de semana.

A Defesa Civil informou que o volume de chuva nos últimos dias na capital é acima da média. Em todo o mês de maio, quando o esperado era de 382,2 milímetros, já foram registrados 567,6. Este número é 48,5% maior do que o esperado.



Fonte Motiva Gente


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário