AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Polícia segue em busca dos dois últimos suspeitos de envolvimento na morte de jovem em Goiana





O Inquérito do caso foi concluído na manhã desta segunda-feira (21). Corporação já prendeu três homens e um detento, que seria o mandante da investida.


Andresson da Silva Nogueira (esq.) e Tiago Gomes da Silva estão foragidos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Andresson da Silva Nogueira (esq.) e Tiago Gomes da Silva estão foragidos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


Polícia Civil de Pernambuco segue em busca dos dois últimos suspeitos de envolvimento na morte do jovem Edvaldo José Valença da Silveira Neto, de 21 anos, em Goiana, Mata Norte do estado. O inquérito do caso foi concluído na manhã desta segunda-feira (21). Desde o dia do crime, a corporação já prendeu três homens e um detento que seria o mandante da investida.

“Na sexta-feira (18), a Justiça de Goiana decretou a prisão preventiva. A partir desse momento, todos eles são foragidos da justiça com mandado de prisão preventiva”, apontou o delegado responsável pelo caso, Thiago Uchôa.

Andresson da Silva Nogueira, de 19 anos, é suspeito de, ao lado do executor, ter abordado a vítima. Já Tiago Gomes da Silva, de 31 anos, teria alugado o veículo utilizado na ação criminosa. A polícia também acredita que ele seria o receptador do carro roubado. Denúncias podem ser feitas através do Disque Denúncia, pelos telefones (81) 3421-9595, na Região Metropolitana do Recife e Zona da Mata Norte, ou (81) 3719-4545, no interior do estado.

Até o momento, a polícia já deteve três pessoas. O primeiro capturado teria executado o jovem, o segundo, um adolescente, teria sido o responsável por dirigir o veículo usado no crime, e o terceiro é suspeito de ter alugado a arma que vitimou Edvaldo.

Ainda segundo Thiago Uchôa, a ordem para o crime partiu de dentro do presídio de Igarassu, no Grande Recife. Os bandidos estavam em busca de um veículo para ser usado em troca de drogas.

Edvaldo Neto tinha 21 anos (Foto: WhatsApp)

Edvaldo Neto tinha 21 anos (Foto: WhatsApp)



O mandante é um criminoso "bastante atuante na região", de acordo com Thiago Uchôa. A tentativa de assalto aconteceu por volta das 12h30, na Rua Marechal Deodoro da Fonseca, no Centro da cidade. O jovem estava dirigindo no momento da abordagem. Ele bateu em um poste após ser baleado.

A ação foi realizada por três homens que estavam em um carro. Dois desceram do veículo. Edvaldo, conhecido em Goiana como Netinho, ainda tentou escapar e acelerou o carro. A vítima foi atingida na cabeça. Os suspeitos conseguiram fugir depois de atirar.

Poucas horas após o crime, as polícias Civil e Militar prenderam o suspeito de efetuar o disparo que matou Ednaldo. Ele foi detido na mesma cidade e teria confessado a participação na tentativa de assalto. Ele já tinha sido preso em maio de 2012, por roubo. Em janeiro de 2014, entrou no regime semiaberto. Fugiu em maio de 2014 da Penitenciária Agroindustrial São João (PAISJ), em Itamaracá, no Grande Recife.

Ele voltou a ser preso em agosto de 2014, por porte ilegal de arma, e estava em liberdade condicional desde o dia 17 de março deste ano. O segundo suspeito a ser detido foi um adolescente, de 17 anos. Ele teria sido o responsável por dirigir o veículo utilizado na ação.
O terceiro preso, de 20 anos, estava escondido em Itamaracá, no Grande Recife. Ele teria confessado o crime para a polícia. Corporação informou que o suspeito tem antecedentes criminais por atos infracionais semelhantes ao crime de roubo, tráfico de drogas e violência doméstica. Ele também foi preso por tráfico de drogas no estado da Paraíba.

O crime chamou atenção da população. Muita gente se aglomerou em volta do veículo. O corpo da vítima seguiu para o Instituto de Medicina Legal (IML), na área central do Recife. O enterro aconteceu no Cemitério de Goiana.


Fonte G1 Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário