AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Refinaria Abreu e Lima, em Suape abre vagas para pessoas com deficiência






A Refinaria Abreu e Lima, em Suape, abriu vagas para a contratação de pessoas com deficiência. A Qualiman Engenharia e Montagens, à frente da finalização das obras da Unidade de Abatimento de Emissões (Snox) da primeira linha de refino do empreendimento, comunicou a oferta de quase 20 vagas, distribuídas entre as áreas administrativas, de qualidade, de pintura, andaimes, solda, elétrica e serviços gerais.
“As contratações priorizarão os profissionais qualificados de Pernambuco”, de acordo com nota divulgada pela empresa. “As vagas serão preenchidas gradativamente, conforme a necessidade de cada função e o andamento das obras”, informou a companhia, que tem 25 anos de atuação no mercado nacional, com foco na área industrial e no segmento de óleo e gás.
Os interessados nas vagas da Qualiman para pessoas com deficiência devem enviar seus currículos para o e-mail cvsx@qualimanengenharia.com.br, escrevendo no assunto “Vaga PNE”.
Contrato
O contrato da Qualiman com a Petrobras, responsável pela refinaria, tem duração de 21 meses. O acordo foi fechado em março deste ano, quando foi informada a geração de cerca de 800 postos de trabalho na área operacional da obra, até a sua conclusão. O anúncio causou grande comoção no mercado, atraindo uma multidão de profissionais desempregados que fez plantão na porta da empresa, instalada no Cabo de Santo Agostinho, para entregar currículos. O Sindicato dos Trabalhadores na Construção Pesada de Pernambuco (Sintepav-PE) contabiliza mais de 40 mil profissionais desligados das obras da Refinaria Abreu e Lima, após a desmobilização do canteiro e a crise do segmento.
Apesar de toda essa mobilização, a Qualiman não deu garantia de que aqueles currículos entregues na sua portaria seriam efetivamente aproveitados. De acordo com a Qualiman, até agora já foram contratados 550 colaboradores para o canteiro de obras. Não há informações, no entanto, sobre o percentual de pernambucanos chamados até o momento, mas a empresa garante que eles são maioria.


Fonte Pernambuco Conectado


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário