AGORA NO BLOG...

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Vereador de Macaparana denuncia funcionários fantasmas na Câmara




Na última sessão da Câmara de Vereadores de Macaparana, o vereador Ricardo de Siomara (PTC), apresentou três indicações ao presidente da Casa para suspender os pagamentos de 4 servidores.

Segundo ele são funcionários fantasmas, “esses funcionários sequer foram vistos na Câmara durante esses quase 9 meses, onde entre os quatro tem assessor que trabalha em Recife e também tem assessora ganhando R$ 3.140.90. Nós vereadores de oposição já fizemos de tudo para descobrir quem é e até agora ninguém conhece essa assessora, isso é uma manobra clara de tentar impedir o nossa trabalho de investigar e denúncia aos órgãos”, afirmou Ricardo.
Ele ainda denunciou que os vereadores da base governista aprovaram “essa manobra”, completou, “infelizmente votaram a favor que continuasse na Câmara Legislativa a ter possíveis FUNCIONÁRIOS FANTASMAS!”, escreveu em seu perfil em uma rede social. 
Em sua rede Social o vereador também postou uma nota de esclarecimento, acompanhe abaixo




" Sobre esse assunto de funcionários fantasmas na Câmara de vereadores, quero que todos saibam que eu NÃO tenho assessor, pois mandei o presidente da Câmara exonerar o que eu indiquei ( pois o presidente é o ordenador de despesas da Câmara e todas as portarias dos assessores são feitas em seu nome, sendo assim só ele pode contratar ou exonerar um assessor) Salviano TRABALHOU na Câmara por 6 messes, onde todos que frequentam a Câmara sempre via que toda semana ele estava presente , sempre mim ajudando com trabalhos na câmara, como também trabalhos externos vendo e mim passando as deficiências do nosso município com fotos filmagem e edição de vídeos , só que quando eu percebi que os assessores do presidente e os demais vereadores que o apoiam estavam se aproveitando desses assessores que TRABALHAVAM e ganhavam R$ 937,00 reais para justificar os deles (menos JR que não teve direito) que nunca foram trabalhar e não frequentam a Câmara nem para tomar um café (igualmente tem um assessor que trabalha em uma marmoraria no Recife) será justo trabalhar na capital e receber aqui da Câmara tem outro que até a datde hoje, ele é tão secreto que até agora só sabemos o nome e NÃO teve ainda uma pessoa que o identificasse, mais mesmo assim todo mês o pagamento esta depositado nas contas desses assessores, será justo o dinheiro do povo sendo usado para manobras políticas, Acredito que nem o POVO e nem OS ÓRGÃOS COMPETENTES ACHARAM CERTO O QUE VEM ACONTECENDO!
Quero deixar bem claro que eu não sou contra assessores que trabalhem... sou contra os que não trabalham."

Fonte Materia Blog do Elielson
Esclarecimento facebook Ricardo de Silmara




←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário