AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Pernambucana que salvou livros de enchente não recebeu casa prometida pela Record




Rivânia ficou famosa nacionalmente após foto na qual aparece agarrada com os livros em meio às águas. Fotos: Record e YouTube/Reprodução

Mais de três meses após a promessa de uma casa nova para a pernambucana Rivânia da Silva, de apenas 8 anos, feita durante o Hora do Faro, da Record, a família ainda não recebeu os prêmios conquistados em episódio veiculado no dia 9 de julho, quando bateu recorde de audiência no Recife ao cravar 23 pontos. Além do imóvel, o apresentador disse que ela receberia móveis, eletrodomésticos, utensílios para casa, computador, brinquedos e outros itens pessoais e para a casa - o fornecimento, segundo a emissora, é feito através de parceiros.

Quer receber notícias sobre cultura via WhatsApp? Mande uma mensagem com seu nome para (81) 99113-8273 e se cadastre

A garota de Várzea do Una, no município de São José da Coroa Grande, a 117km do Recife, comoveu o país após uma fotografia na qual aparece agarrada com força a uma bolsa com livros em meio a fortes enchentes em Pernambuco, em junho: ela escolheu salvar o material escolar em detrimento de roupas ou brinquedos. "Dentro dos meus livros está o meu futuro. Eu gosto de ler, gosto de aprender", explicou a Rodrigo Faro.

"Queremos saber onde está a casa prometida a Rivânia. Já se passaram três meses e a família ainda não sabe notícias da casa que foi prometida, a família continua na mesma casa simples e humilde. Milhares de pessoas se emocionaram com a história da pequenina, vibraram com todas as promessas feitas no Programa do Faro, mas, até agora, a promessa da casa não se cumpriu. Agora milhares querem saber: onde está a casa de Rivânia?", reclama Michelle Belo, amiga da família.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, ela confessa sonhar com a casa que "tio Rodrigo Faro prometeu" como presente de Natal, entregue pelo papai Noel. A menininha revela que ainda mora na mesma casa, afetada pelas chuvas e mostrada no programa, com a avó, a costureira Maria Ivone, o avô, o pescador Eraldo, e os quatro irmãos.

"Tenho um telefone de um produtor, mas ninguém atende nem responde o WhatsApp. Liguei para a Record de São Paulo e não consegui falar com ninguém", revela Michelle. Orgulhosa, ela faz questão de frisar a entrega da medalha de bronze da Defesa Civil Nacional, agendada para o dia 22 de novembro. 

De acordo com Dona Ivone, a produção estipulou o prazo de 90 dias para a entrega da casa pronta. Entretanto, ela sequer saber o endereço do terreno destinado à menina e não tem contato com a equipe do Programa do Faro. "Dizem que é na entrada da Várzea. É o que eu vejo o povo falar", revela a matriarca.

Até o momento, a família recebeu um depósito no valor de R$ 20 mil, guardados em uma poupança e destinados a custear os estudos da menina, uma máquina de costura para a avó e algumas caixas com brinquedos, que permanecem fechadas, a pedido da Record, de acordo com Dona Ivone, além do tratamento odontológico mostrado na televisão, em São Paulo. À escola onde ela estuda, também chegaram brinquedos, conforme prometido. A ajuda mensal de um mercado local, no valor de R$ 500, é cumprida.

Viver entrou em contato com a Record no dia 17 de outubro e a assessoria de imprensa está apurando o caso, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria. O posicionamento da emissora será acrescentado assim que enviado.


Fonte Diario de Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário