AGORA NO BLOG...

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Taxa de desemprego em PE no terceiro trimestre de 2017 é a maior do Brasil, diz IBGE


Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua foram divulgados integralmente nesta sexta (17). No levantamento, Pernambuco tem 734 mil pessoas sem ocupação no período analisado.



Em Pernambuco, há 734 mil pessoas sem ocupação no terceiro trimestre de 2017 (Foto: Rafael Neddermeyer / Fotos Públicas)

Em Pernambuco, a taxa de desemprego no terceiro trimestre de 2017 foi a maior verificada no país. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgados nesta sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado superou os 12,4% registrados nacionalmente e atingiu 17,9%, o que corresponde a 734 mil pessoas sem ocupação nos meses de julho, agosto e setembro deste ano.


Em segundo e terceiro lugares, estão os estados do Amazonas, com 16% da população desocupada, e de Alagoas, com 15,9% de desocupados. Se comparado com o trimestre anterior de 2017, o resultado de 17,9% representa uma melhora para Pernambuco, já que a taxa de desocupação entre os meses de abril e junho no estado foi de 18,8%. Em relação ao terceiro trimestre de 2016, no entanto, houve um aumento de 2,6%.No Recife, a taxa de desocupação do terceiro trimestre de 2017 foi de 14,9%, superando os 14,5% registrados no segundo trimestre e os 14,2% do primeiro trimestre do ano. O percentual registrado entre os meses de julho e setembro também é o mais expressivo dos últimos cinco anos. A taxa de desocupação na capital pernambucana supera, inclusive, os 14,8% do Nordeste, que teve o percentual mais alto entre todas as regiões do país.


Desemprego mais comum entre pretos e pardosNa esfera nacional, dos 13 milhões de brasileiros desempregados no terceiro trimestre deste ano, 8,3 milhões (63,7%) eram pretos ou pardos, segundo a Pnad Contínua. De acordo com o IBGE, o dado indica que a taxa de desocupação dessa parcela da população ficou em 14,6%, enquanto a da população branca ficou em 9,9%.



Fonte G1 Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário