AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Pernambuco espera R$ 600 milhões em empréstimos com bancos federais


Governo Temer só quer liberar empréstimos para governadores que apoiarem reforma da Previdência



Contrário à reforma da Previdência, Paulo Câmara (PSB) espera captar R$ 600 milhões em empréstimos / Foto: Helia Scheppa/SEI


Sob a pressão do ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB), de só liberar empréstimos para governadores que apoiem a reforma da Previdência, o governador Paulo Câmara (PSB) espera captar R$ 600 milhões com o governo federal para turbinar os investimentos no ano eleitoral. No último dia 20, o Estado assinou um contrato de R$ 340 milhões com a Caixa Econômica Federal, com cronograma de liberação dependendo do banco. Ainda há pleitos de R$ 150 milhões com a própria CEF e de R$ 110 milhões com o BNDES sem contratos firmados.

“Isso é uma agressão ao federalismo. Uma ação desnecessária que prejudica não apenas o governador Paulo Câmara, mas o povo de Pernambuco e do Nordeste, que está aguardando a chegada de recursos”, afirmou Paulo Câmara nessa quarta-feira (27), antes de um evento com forte tom político.

Pernambuco e a Prefeitura do Recife passaram quatro anos sem autorização da União para captar grandes empréstimos. O tempo coincide com o período em que o PSB fez oposição aos governos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB).

Pernambuco capta menos


O volume de captação de recursos através de empréstimo pelo Estado recuou de R$ 2,9 bilhões em 2013 para R$ 321,8 milhões no ano passado. Em 2017, havia uma expectativa de que a cifra girasse em torno de R$ 345 milhões.

“Espero que o presidente Temer faça com que as coisas aconteçam. Amanhã é o último dia útil para liberação desses recursos. E que todos os recursos previstos não só para Pernambuco, mas para todos os estados brasileiros, cumpram seu rito normal. E que a gente tenha um final de ano sem ter nenhum tipo de agressão a nenhum ente federativo”, pediu o governador.



Fonte JcOnLine


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário