AGORA NO BLOG...

terça-feira, 20 de março de 2018

Ministério Público Estadual instaura procedimento para apurar infrações ambientais na Unidade de Conservação Matas de Água Azul e Xixá




Relatório solicitado pelo MPPE apontou desmatamento com o objetivo de comercializar ilegalmente a madeira e plantio de bananeiras.



Preocupado com o desmatamento na Mata Atlântica existente que abrange os municípios de Timbaúba, Macaparana, Vicência e São Vicente Férrer, o Ministério Público de Pernambuco, representado pelo promotor de Justiça, João Elias da Silva Filho, instaurou procedimento para apurar possíveis infrações ambientais na Unidade de Conservação Matas de Água Azul e Xixá, conforme denunciado várias vezes pela imprensa.
O MPPE solicitou a Agência Estadual do Meio Ambiente uma vistoria técnica na área para tomar conhecimento do teor da gravidade dos danos causados a fauna e flora daquela Unidade de Conservação. O relatório da Diretoria de Recursos Florestais e Biodiversidade / Unidade de Gestão Unidades de Conservação / Setor de administração de unidade de conservação, após concluído, apontou o tamanho do desmatamento cujo objetivo, comercializar ilegalmente a madeira e plantio de bananeiras.
Em junho de 2017, a 1ª Promotoria de Justiça de Timbaúba encaminhou um ofício à Secretaria de Defesa Social (SDS), solicitando um patrulhamento ostensivo por parte da PMPE, através da Companhia Independente do Meio Ambiente (CIPOMA) e também um delegado especial para apurar os devidos atos criminosos contra o Meio Ambiente. O então secretário de Defesa Social Ângelo Gióia, designou o delegado Odivio Pessoa de Vasconcelos que de imediato instaurou um inquérito para investigar os abusos cometidos contra aquele importante santuário ecológico para a região.
Mais de 30 pessoas já foram ouvidas pelo doutor Odivio Vasconcelos. Em ações realizadas pela Polícia Militar de Pernambuco (PMPE) várias pessoas foram detidas, armas, munições e animais silvestres foram apreendidos.
Além da parte penal, o MP pretende em breve convidar órgãos e pessoas envolvidas com o meio ambiente para uma reunião. Ministério Público, Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMAS-PE), Secretaria do Meio Ambiente de Timbaúba, CPRH, Polícia Militar discutirão uma solução para a situação do desmatamento na Serra dos Mascarenhas. O procedimento teve origem no dia 06 de junho de 2017. 
Refúgio de Vida Silvestre Matas de Água Azul
mata-floresta_atlantica
De acordo com o site Aqui tem Mata, o município de Timbaúba tem o segundo maior bloco de floresta atlântica ao norte do Rio São Francisco com cerca 3.796 hectares de Mata Atlântica, essa área equivale a 203 vezes o tamanho do Maracanã. Isso representa 11,98 % da área total do município.
Em março DE 2014, o Governo de Pernambuco transformou por força de decreto, essa imensa área verde em Refúgio de Vida Silvestre, RVS é uma unidade de conservação que tem por objetivo a proteção de ambientes naturais para garantir as condições de existência ou reprodução de espécies ou comunidades da flora da localidade e da fauna residente ou migratória.
As autoridades timbaubenses responsáveis pelo meio ambiente e nós cidadãos comuns, temos que preservar melhor este valioso patrimônio natural do município. Esta área apresenta atributos paisagísticos que merecem ser protegidos pela sociedade e pelo Estado.
Os vegetais regulam o nível de fluxo que se encontram nos mananciais. As nascentes existentes naquela área são muito importantes como forma de garantir a quantidade e qualidade dos mananciais hídricos da bacia do Rio Goiana, a qual o Rio Capibaribe Mirim faz parte e servem para abastecer não apenas a população local, mas centros urbanos que se encontram ao redor.
Temos que evitar desmatamentos e incêndios em nossas reservas florestais, pessoas gananciosas destroem a fauna e a flora para aumentar suas fortunas. Ao invés de destruir a natureza para ampliar o agronegócio o homem deveria investir na produção artesanal que são feitas no local de forma sustentável por moradores da comunidade e no eco turismo.  
Reginaldo A. Silva
Jornalista - DRT-PE 6589


Fonte Timbauba Agora


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário