AGORA NO BLOG...

domingo, 6 de maio de 2018

Jovem transforma pneus velhos em camas para animais




Um jovem de 22 anos, de Campina Grande, na Paraíba, reaproveita pneus velhos para fazer lindas caminhas para cães e gatos.

jovem_pneu2

O começou como uma renda a mais para a família, há um ano e tem se transformado em uma iniciativa de impacto social e, sobretudo, ambiental.
Amarildo Silva tem conseguido reutilizar uma grande quantidade de pneus descartados, dando nova vida a este material e levando felicidade para os animais, que parecem estar bastante confortáveis em suas novas caminhas.

Um jovem de 22 anos, de Campina Grande, na Paraíba, reaproveita pneus velhos para fazer lindas caminhas para cães e gatos.
O começou como uma renda a mais para a família, há um ano e tem se transformado em uma iniciativa de impacto social e, sobretudo, ambiental.
Amarildo Silva tem conseguido reutilizar uma grande quantidade de pneus descartados, dando nova vida a este material e levando felicidade para os animais, que parecem estar bastante confortáveis em suas novas caminhas.
Ele já vendeu mais de 500 unidades e  gostaria de fazer mais, mas não dá conta.
“A demanda é gigante. Vem pessoas de outros estados, de outros países, até de outros continentes me pedirem encomendas…se eu tivesse uma empresa grande já daria pra exportar”, disse o jovem em entrevista ao SóNotíciaBoa.
Em busca de um investidor, para fazer o negócio crescer, Amarildo cobra preços camaradas pelas caminhas que produz.
“Os valores são 80, 90, e 100 reais, respectivamente, a pequena, a média e a grande”, conta.
Ele faz as vendas pelo Instagram, na página Cãominhas Pets Oficial e pelo Facebook.
Ele personaliza as caminhas com o nome do bichinho, se o dono quiser.
Fotos: reprodução / Instagram


A ideia
A ideia surgiu quando ele buscava uma maneira de fazer uma renda extra utilizando o lixo que as pessoas jogavam na rua.
Com a ajuda de familiares, Amarildo recolhe o material nas calçadas ou em terrenos baldios.
“Faço tudo em casa sim! Minha família me ajuda no que pode. Eu faço todo o processo da caminha..até a costura..tudo. Coloco o nome… é 100% personalizada. O cliente decide a cor, o tamanho, o tecido e outras coisas”, revela.
A inspiração para Amarildo continuar desenvolvendo vem de saber que está ajudando não somente o meio ambiente, mas os animais e outras pessoas, com oficinas em escolas públicas.
Mesmo trabalhando como operador de caixa em uma famosa rede de atacados, ele consegue aproveitar suas manhãs para fabricar as caminhas, sempre se preocupando com a sustentabilidade e reutilizando materiais.
“O maior de todos os erros é não fazer nada por achar que se faz pouco. Faça tudo que puder!”, diz.

Foto: Arquivo Pessoal


Fonte sonoticiaboa


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário