AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 11 de junho de 2018

JC Recall de Marcas: Pitú é a empresa mais lembrada de 2018


Com 80 anos de história, cachaça faz sucesso no País e no exterior




Para Alexandre Férrer, presidente da Pitú, sucesso da marca é consequência da qualidade do produto / Foto: divulgação



O que faz uma marca ser a mais lembrada? A qualidade do produto que ela oferece? O tempo de existência no mercado? O investimento alto em marketing? Bons jingles? Certamente, uma combinação de todos esses itens contribui muito para despertar a fidelidade do consumidor. E a Pitú, a grande campeã do prêmio JC Recall de Marcas de 2018, sabe disso já há algum tempo.


A cachaça que é “mania de brasileiro” comemora oito décadas de engarrafamento e distribuição de cachaça. Com sede em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata pernambucana, a Engarrafamento Pitú se mantém entre as 20 marcas de bebidas destiladas mais fabricadas no mundo. São 95 milhões de litros de cachaça produzidos por ano. Deste total, 2,1% - em média, dois milhões de litros - vão para fora do país.

“A Alemanha é o nosso principal país consumidor fora do Brasil. Ainda na Europa, vendemos bem na Áustria, Suíça, Portugal... Estados Unidos e Canadá também são bons mercados”, destaca o presidente da Pitú, Alexandre Férrer.


Se no exterior o sucesso é absoluto, com a Pitú liderando as vendas frente às demais marcas brasileiras, dentro do País ela reina com tranquilidade no Norte e Nordeste. É a “pituzinha” querida de homens e mulheres dessas regiões nas comemorações do dia a dia.
“Esse reconhecimento, esta fidelidade do nosso consumidor é resultado de tudo o que fazemos diariamente. E é também a confirmação de que colocamos no mercado um produto de grande qualidade”, salienta Ferrer.

Essa preocupação com a rotina, com os processos dentro da empresa levou a Pitú a investir, em 2017, R$ 1 milhão apenas em novos equipamentos de tratamento de efluentes e reciclagem de resíduos líquidos e sólidos. Paralelamente a isso, a empresa iniciou obras de ampliação da tancagem de sua fábrica, que nada mais é do que a capacidade de armazenamento dos seus tanques. Quando a obra ficar pronta, ela praticamente dobrará o seu poder de armazenagem, passando de 26 milhões de litros de aguardente para 50 milhões de litros. É muita cana!

E de qualidade. A Pitú comercializa comprovadamente uma aguardente de cana pura, transparente e com um sabor marcante. O teor alcoólico é de 40%. Essas características são mantidas graças a um programa de acompanhamento único de qualidade, focado no aprimoramento da tecnologia empregada e na profissionalização dos funcionários que atuam nas unidades fornecedoras.


Aliado ao capricho no fabrico do produto oferecido – que, aliás, não é só a Pitú original, mas inclui as versões Pitú Gold, Pitú Extra Premium, Pitú Limão, Pitú Cola, Vioriosa, Do Frei e a vodca Bolvana - está um sólido trabalho de marketing. Na ocasião em que são comemoradas as oito décadas da marca, por exemplo, além das quatro embalagens de latas comemorativas colocadas anualmente no mercado como forma de apoiar eventos culturais como o São João e o Carnaval, a Pitú lança uma bela versão retrô, que faz referência à estética gráfica da época de criação da cachaça.


A interação com os consumidores nas mídias online e offline é uma característica do trabalho desenvolvido pela empresa por meio da agência Ampla Comunicação.

 Outros elementos que identificam todas as campanhas feitas para a Pitú são a descontração e o humor, como pode ser visto na série de vídeos do Repórter Resenha, que fazia intervenções em ruas do centro do Recife, no Carnaval de Olinda e no São João de Caruaru, por exemplo. O Resenha colocava as pessoas para cantar e dublar, sempre com muita criatividade.

Online, a Pitú é um verdadeiro fenômeno de sucesso. No Facebook, são mais de um milhão de seguidores e no Instagram, 33 mil. Mais uma vez, o conteúdo oferecido tem como fonte de inspiração o humor do dia a dia, situações cotidianas que podem ser vividas por qualquer bom bebedor de Pitú. A culinária regional, que harmoniza perfeitamente com a caninha, também ganha destaque nos posts.

“Temos um espaço muito bom nas redes sociais, que podemos usar mais tranquilamente. A publicidade de bebidas alcoólicas tem suas peculiaridades. Mas sabemos que este investimento constante é importante para que mantenhamos o consumo, por exemplo, nesta época de crise econômica. Não sentimos tanto a queda no consumo, mantivemos bom nível”, salienta o presidente da companhia.

E se o ano é de Copa, como este 2018, pode-se esperar um investimento ainda maior em marketing. Ações especiais diretas com o cliente estão programadas. “Devemos intensificar ações com nossos parceiros, bares e outros pontos de vendas, com distribuição de brindes e degustação em locais que oferecerem transmissão de jogos”, promete o presidente. O tratamento VIP em casa terá resposta longe também: a Pitú espera ampliar em 8% as vendas no exterior. Vai ser uma lapada da cana preferida dos pernambucanos para cada gol nos campos da Rússia.


Fonte G1 Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário