AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Ex-cortador de cana que virou médico confessa: "já sofri preconceito até de professor"


Jonas Lopes da Silva passou por cima de todas as dificuldades e diz que frases negativas não o abalaram: "Me deu mais força"





Jonas cortou cana até os 15 anos. Aos 24, entrou na universidade / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Jonas cortou cana até os 15 anos. Aos 24, entrou na universidade



O ex-cortador de cana que virou médico, Jonas Silva, disse já ter sofrido muito preconceito até conseguir o objetivo de se graduar em medicina. Durante entrevista ao vivo no Facebook do Jornal do Commercio, ele confessou que muita gente não acreditava no sonho dele, de virar doutor um dia. "Muita gente me ridicularizava. Teve até professor que soltava piada comigo. Dizia: olha o menino que quer virar médico. Mas isso só me deu mais forças para seguir em busca do meu sonho", disse ele, que não falou o nome do docente.

Serviu para que um filme com todas as dificuldades encontradas na vida, desde a infância sofrida até o grande momento, passasse pela cabeça dele. Ele conta que os maiores preconceitos aconteram pelo fato de ele ter sido cortador de cana e estudando em escola pública. "Há quem ache que pelo fato de eu ser pobre não podia ser médico. Mas isso não me fez desanimar. Para se ter uma ideia, já fiz atendimento médico na minha cidade, João Alfredo, de gente que zombava de mim. Gente que mandava eu parar de sonhar porque nunca seria médico", relembra.

O agora médico disse querer se especializar em cardiologia. "Vejo muita gente com problemas no coração, problemas de hipertensão. Quero ajudar o povo. E, apesar de tentar fazer minha residência também fora de Pernambuco, quero voltar para atender a minha população. Se possível do interior do Estado, que tanto precisa".

Mesmo depois de formado, Jonas mantém hábitos de vida bastante simples. Continua morando na Casa do Estudante. E ainda está se acostumando com a "fama" repentina. Tudo é muito novo. Mas isso não vai subir à cabeça. Vou continuar centrado nos estudos e sendo a mesma pessoa", finalizou.






Fonte Diario de Pernambuco




←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário