AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Bar usa mosquiteiros por causa das muriçocas





Um estabelecimento em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, está atraindo mais clientes depois de lançar uma ideia inovadora para deixá-los livres do incômodo das muriçocas. O bar, que também funciona como distribuidora de bebidas, fica localizado no bairro Rio Corrente, zona oeste da cidade, e agora conta com um item a mais para garantir conforto e bem-estar à clientela: os mosquiteiros.


Há cerca de dois meses, a proprietária do bar e também moradora do bairro Rio Corrente, Key Silva, gravou um vídeo fazendo um apelo ao prefeito de Petrolina, na esperança de dar fim ao incômodo causado pelas muriçocas, na região. Sem conseguir resolver o problema, a proprietária achou uma solução mais rápida e prática, e teve a ideia de instalar mosquiteiros nas mesas do bar.

A ideia inunsitada foi recebida de forma positiva pelos clientes que já frequentavam o bar, e também atraiu curiosos que se interessaram em conhecer o local, que ficou conhecido como ‘bar do mosquiteiro’. “O pessoal gostou demais, vem pessoas de outros bairros conhecer o ‘bar do mosquiteiro’, falam que é o ‘bar da muriçoca’. E meu movimento melhorou bastante”, destacou Key Silva.

A ideia dos mosquiteiros, no entanto, não resolveu totalmente o problema das muriçocas, que é geral no bairro Rio Corrente. Os moradores afirmam que a quantidade de mosquitos aumentou nas últimas semanas. O microempresário Júlio Santana é frequentador do ‘bar do mosquiteiro’, mas diz que em casa sofre com o excesso de muriçocas.
José Honorado de Lima Filho também é morador da região e diz não aguentar mais o incômodo causado pelos mosquitos, principalmente no período da noite. 

“De uns 10, 12 dias para cá, está insuportável. Muita muriçoca, não deixa a gente ficar de porta aberta no início da noite. De 17h30 a 18h40, 19h, é complicado. Tem dias piores, dias melhores, mas é complicado”, disse.

Sobre o caso, a Prefeitura de Petrolina informou que são realizadas limpezas dos canais da cidade de forma contínua pela Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (SEINFRA), e que isso ajuda na diminuição da incidência de mosquitos. De acordo com o órgão, o setor de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde promove diversas ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor de arboviroses como dengue, zika e chikungunya, e que a utilização de carro fumacê, comum há alguns anos na cidade, não é mais recomendada pelo Ministério da Saúde, a não ser quando há surtos de Aedes Aegypti confirmados.















Fonte Coisas de Timbauba e Regiões




←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário