AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco




O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (16), em Glória do Goitá. Apenas um dos três detentos que estavam no carro foi levado.


Veículo usado no resgate do detento foi encontrado em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco (Foto: Reprodução/WhatsApp)


Um preso foi resgatado por bandidos, na madrugada desta quinta-feira (16), no município de Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O secretário de Justiça do estado, Pedro Eurico, informou que um veículo da Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres) que fazia o transporte de detentos foi inteceptado por homens fortemente armados.


Segundo a Seres, o veículo estava no trajeto entre o município de Vitória de Santo Antão e Limoeiro, também na Mata Norte do estado. Os detentos retornavam de uma audiência. De acordo com a PM, o resgate aconteceu na PE-50.


"A primeira informação que tivemos é que dez homens interceptaram o carro que vinha do [presídio Juiz] Plácido de Souza", explicou o secretário ao G1.


Ainda segundo a PM, os bandidos estavam armados e divididos em dois carros, dos modelos Fusion e Polo. A quadrilha rendeu os agentes penitenciários e levou apenas um dos três detentos que estavam no carro da Seres.


Não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido. A quadrilha conseguiu fugir no sentido da BR-232. Horas depois, os veículos usados no resgate foram encontrados em Vitória de Santo Antão.


O preso resgatado foi identificado pela Seres como Geovane Barbosa Leite, de 33 anos. Ele cumpria pena por homicídio. "Isso é muito grave, mostra até que ponto chegam essas organizações criminosas", afirmou o secretário.


O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado para realizar perícia no local. As Polícias Cvil e Militar investigam as circustâncias do crime. Segundo a PC, a Delegacia de Vitória de Santo Antão será responsável pela investigação, no sentido de identificar os integrantes da quadrilha.


De acordo com a Polícia Civil, se identificados, os bandidos deverão responder pelo crime de promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmente presa, descrito no Artigo 351 do Código Penal Brasileiro. A pena para esse tipo de crime com o uso de arma de fogo e praticado por mais de uma pessoa varia de dois a seis anos de reclusão.


Nota


Por meio de nota, a Seres informou que as autoridades competentes foram acionadas para recapturar o detento resgatado. A secretaria também disse que abrirá um procedimento administrativo para apurar o caso.


Fonte G1 Pernambuco


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário