AGORA NO BLOG...

domingo, 30 de setembro de 2018

Em Pernambuco, mulheres reúnem multidão contra Bolsonaro


Movimento das mulheres #EleNão conseguiu juntar uma multidão formada por militantes e simpatizantes de vários partidos pelas ruas de Recife, sempre repetindo palavras de ordem como, 'Ele nunca'.


mulheres_contra_bolsonaro

A movimento das mulheres #EleNão conseguiu juntar uma multidão formada por militantes e simpatizantes de vários partidos, sindicatos, movimentos, além de uma parte da classe média do Recife que ao som de batucada e com palavras de ordem como “Ele nunca” participaram de uma passeata que começou na Praça do Derby e foi até a Praça da Independência, no Bairro de Santo Antonio. Neste domingo (30), os apoiadores de Bolsonaro fazem uma carreata a partir das 9h saindo do Hospital da Aeronáutica, em Piedade, Jaboatão dos Guararapes.
Ainda na concentração que ocorreu na Praça do Derby, discursaram a candidata a vice-governadora pela Frente Popular, a deputada federal Luciana Santos (PCdoB) e a candidata a governadora pelo PSTU, Simone Fontana, entre outras. “Vamos a luta, enfrentar o obscuro. Somos pernambucanas de raça. As heroínas do Tejucupapo”, disse a comunista. “Temos que lutar para a LGBT fobia não cresça”, afirmou Simone Fontana.
A saída da passeata ocorreu por volta das 16 horas, quando os participantes começaram a andar no sentido da Conde da Boa Vista com o primeiro trio elétrico cantando a música “Os mais Doces Bárbaros”, de autoria de Caetano Veloso, que nos primeiros versos diz: “Com amor no coração, preparamos a invasão, cheios de felicidade, entramos na cidade amada”.
Esses versos também refletiram um pouco o sentimento da passeata que juntou grupos com camisas e adesivos indicando diversos candidatos a presidente: Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede). “Faz 14 anos que eu não voto para presidente. Decidi vir a passeata por acreditar que temos que defender a democracia, os direitos das pessoas e as diferenças. Quem fala contra o Estado laico, os negros, os homossexuais, não tem compromisso com a humanidade”, disse o assistente social André Ferreira, que pretende votar em Guilherme Boulos ou Ciro Gomes para presidente.
A ex-jornalista Renata Magalhães também estava lá. “O momento está muito crítico. Esse protesto não é só contra Bolsonaro, mas a favor da democracia que está em risco”, argumentou, acrescentando que o seu voto é de Haddad.
 
Grupos anti-Bolsonaro
Uma das organizadoras do evento, Carol Correia, revelou que 26 entidades apoiaram a iniciativa. “Somos contra o fascismo que ameaça a sociedade brasileira e que encontra em Bolsonaro a sua grande figura”, alegou. Segundo ela, cerca de 250 mil pessoas compareceram ao evento.

“Essa passeata conseguiu juntar grupos sociais diferentes, que são contrários ao que Bolsonaro prega. Tem gente que vota em todos os partidos, mas nele não”, contou a contadora Teresa Freire. E, por último, também estava na caminhada o vice-prefeito do Recife, Luciano Siqueira (PC doB) “surpreso” com a mobilização. “Está ocorrendo um co-protagonismo das mulheres, como um elemento novo no cenário político brasileiro. Isso traz um elemento estratégico para o futuro do País. O movimento civilizatório só avança com a igualdade de gênero”, concluiu Luciano.

A passeata passou por toda a Conde da Boa Vista, dispersando na Praça da Independência. Ocorreram dois incidentes. Um morador da Conde da Boa Vista que, da sua varanda, fez gestos agressivos para a multidão segurando um banner de Bolsonaro. O outro foi um morador que jogou um confete metálico perto do Cinema São Luiz, o que provocou uma explosão de um transformador. Ninguém ficou ferido, mas as pessoas se espantaram com o barulho.



Fonte Timbauba Agora


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário