AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Criança de 12 anos que matou duas pessoas no Recife é apreendida


apreensao_de_menor_homicida
Uma criança de 12 anos que ficou conhecida no noticiário policial por ter confessado a autoria de dois homicídios no bairro do Pina, na Zona Sul do Recife, foi apreendida pela Polícia Civil nesta sexta-feira (15). Junto com ele, outros dois adolescentes de 15 anos que tiveram participação nos atos infracionais também foram recolhidos por força de um mandado de apreensão expedido pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE).


Segundo a polícia, apenas o garoto de 12 anos tem participação nos dois homicídios cometidos na comunidade Beira Rio. Na primeira ocorrência, registrada em dezembro de 2018, ele matou o cadeirante José Ricardo Silva, de 44 anos, com a ajuda de um dos adolescentes de 15 anos. Ambos foram localizados e apreendidos pela polícia embaixo do viaduto que dá acesso ao Shopping RioMar, no Pina.
Já no segundo caso, ocorrido no último dia 20 de janeiro, ele matou o idoso Paulo Alberto Gonçalves da Silva, 68 anos. De acordo com o delegado de Homicídios Elielton Xavier, ele estava fumando maconha na caçamba do carro da vítima com o segundo adolescente de 15 anos.
Ao flagrar a cena, a vítima reclamou e iniciou uma discussão com os infratores. Paulo Alberto teria agredido a criança, que foi até sua casa, pegou uma arma, e voltou para executar o idoso com um tiro. O segundo disparo teria sido dado pelo segundo adolescente de 15 anos que estava com ele no carro.
Levado dois dias depois do segundo ato infracional para prestar depoimento na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o garoto mais novo surpreendeu os experientes policiais ao descrever com frieza a sequência de homicídios: “Sinto nada. Durmo tranquilo”, teria dito o infrator, segundo recordou o delegado Alaumo Lima, do DHPP. Na ocasião, ele foi liberado porque não houve flagrante e deixou a delegacia acompanhado da mãe.
As apreensões desta sexta-feira foram solicitadas pela polícia ao TJPE. Elielton Xavier acredita que o recolhimento do grupo vai evitar novos homicídios, já que a criança jurou de morte outras três pessoas da comunidade, assim que foi localizada pelos policiais.
Os três garotos foram encaminhados para internamento na Unidade de Atendimento Inicial (Uniai), onde serão tomadas as medidas socioeducativas.



Fonte Aliança Agora
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário