AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Industria das multas pode estar com os dias contados


Projeto de lei (PL 2087/2019) do deputado Pastor Eurico (Patriota/PE).
O fim das lombadas eletrônicas e de outros medidores eletrônicos de velocidade estão com os dias contados, conforme projeto de lei (PL 2087/2019) do deputado Pastor Eurico (Patriota/PE). Segundo a proposta, fica proibida a utilização desses medidores, exceto em casos especiais definidos pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). 
Segundo o deputado, o projeto quer frear a indústria da multa decorrente do uso abusivo dessas ferramentas e aumentar a fluidez do trânsito, que, segundo o parlamentar, fica comprometida pelos radares.
Pastor Eurico diz que as lombadas eletrônicas, que foram projetadas oficialmente para controlar a velocidade das vias, se tornaram uma fonte de receita considerável para os estados e para as concessionárias que administram estradas no país. “Sabemos que hoje a real intenção dos radares não é reduzir a velocidade das vias, mas sim gerar arrecadação”, afirma.
Ainda de acordo com o deputado, sua proposta atende aos anseios da população e vai ao encontro de medidas anunciadas pelo governo federal, que pretendem revisar o formato atual de fiscalização eletrônica e reduzir a aplicação excessiva de multas.
Após vídeo de Bolsonaro nesse sentido, o ministro da Infraestrutura admitiu que é necessário rever o modelo, colocando o controle de velocidade apenas em pontos críticos, onde há grande quantidade de acidentes causados por excesso de velocidade.


Fonte Portal de Prefeituras


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário