AGORA NO BLOG...

terça-feira, 9 de abril de 2019

Reunião sobre Previdência é paralisada por suspeita de deputado armado


Em uma confusão, deputados começaram a gritar que o líder do PSL, Delegado Waldir (PSL-GO), estava armado, o que fere o regimento interno da Câmara




A suspeita de que o líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (PSL-GO), estivesse armado durante a sessão fez com que a análise da reforma da previdência fosse suspensa na noite desta terça-feira (9).

Em uma confusão, deputados começaram a gritar que o parlamentar estava armado. Recusando-se a mostrar o volume suspeito na altura cintura, que estava escondido sob o paletó, Delegado Waldir declarou que estava apenas com o suporte da arma, conhecido como coldre.

O presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) , deputado Felipe Francischini (PSL-PR), parou a sessão após o tumulto. O artigo 271 do regimento interno da Câmara proíbe o porte de arma: “Excetuado aos membros da segurança, é proibido o porte de arma de qualquer espécie nos edifícios da Câmara e suas áreas adjacentes, constituindo infração disciplinar, além de contravenção, o desrespeito a esta proibição”.


A suspensão durou 20 minutos e na sequência a sessão foi retomada.


Fonte OP9

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário