AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Bebê de 9 meses com microcefalia foi estuprada antes de morrer


Diretor do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol), Márcio Leandro, informou que exames comprovaram lesões características de coito anal recente em criança internada após convulsões


Corpo da criança segue no Numol esperando por algum familiar. Foto: Google/Maps


O Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, confirmou no início da tarde desta quinta-feira (30) que a criança de 9 meses portadora de microcefalia foi vítima de estupro antes de morrer. De acordo com o diretor órgão, Márcio Leandro, os exames realizados no cadáver comprovaram lesões características de coito anal recente.
” Os exames foram feitos e comprovaram que ela sofreu estupro. O corpo da menina segue aqui no Numol esperando que alguém da família venha buscar para iniciar o velório e posteriormente o enterro”, comentou Márcio.
O diretor da Unidade Hospitalar de Saúde de Soledade, Alexandre Nery, informou que após constatação do óbito, a mãe pedia desesperadamente pela liberação da documentação para fazer rapidamente o enterro da criança.
“A gente foi bastante profissional e não liberamos a documentação. Tínhamos que passar para os responsáveis, inclusive o Conselho Tutelar, os indícios de violência que foram encontrados na menina”, disse o diretor.
O caso agora segue sendo investigado pelo delegado de Soledade, Durval Barros. Conforme disse a mãe, a família é natural de São José de Sabugi, no Sertão da Paraíba, e tinha vindo a Campina Grande para exames de rotina, pois a criança é portadora de microcefalia. Ao parar em um restaurante em Soledade, a bebê começou a ter convulsões e foi levada para receber atendimento, mas morreu.
A cada dois dias, um bebê é vítima de violência sexual no Brasil. Este número foi apresentado no seminário “Violência contra Crianças, Adolescentes e Jovens: Desafios e Soluções”, realizado na Câmara dos Deputados em 2017.



Fonte OP9


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário