AGORA NO BLOG...

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Confirmada morte de bebê por coqueluche em Pernambuco


Um bebê com pouco mais de três meses de idade morreu vítima de coqueluche em Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com a Secretaria de Saúde da cidade, o óbito aconteceu em dezembro do ano passado, mas só foi confirmado oficialmente nesta quinta-feira (16). A criança morava com a família na comunidade de Beira-Mar 1. 


Resultado de imagem para COQUELUCHE


"A conclusão da investigação da morte ainda não foi recebida, mas continuamos com a formação dos profissionais. Nenhum outro caso foi notificado e a vacina é o único meio de prevenção da coqueluche", esclareceu a secretária de saúde de Igarassu, Patrícia Amélia. 


Ainda de acordo com a gestora, após o município tomar conhecimento da suspeita da causa da morte pela doença, ainda em dezembro do ano passado, reuniões mensais foram feitas com enfermeiros para discutir questões de imunização. Ações com famílias da comunidade onde o bebê morava também foram intensificadas após o óbito. "No momento que ficamos cientes da notificação prestamos

 todo o suporte a família", acrescentou Patrícia. 
O município de Igarassu afirmou ainda que tem 91% de cobertura da vacinação pentavalente, em 2019, e 79% da cobertura com a vacina DtPA, as imunizações contra a coqueluche.


Estatísticas


Segundo boletim divulgado nesta quinta pela Secretaria Estadual de Saúde, Pernambuco notificou 401 casos suspeitos de coqueluche até o dia 13 deste mês. Desse total, 180 foram confirmados. No mesmo período de 2018, a secretaria contabilizou 131 casos e confirmou 47. 


Das confirmações feitas em 2019, 153 foram em crianças menores de cinco anos, o público contemplado pela vacina contra a doença. O boletim aponta que, em comparação a 2018, houve um aumento de 206% nas notificações e de 282% nas confirmações.




Fonte Coisas de Timbauba e Regiões


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário