AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Na contramão de Bolsonaro, Paulo Câmara aumenta verba para UPE


Orçamento da instituição aumentará 26% em relação a 2018 e resultará no repasse de R$ 27,2 milhões neste ano


Com incremento, UPE receberá R$ 27,2 milhões para custear atividades administrativas. Foto: Reprodução/UPE



Enquanto o governo federal bloqueou verbas de universidades e institutos de ensino, o governador Paulo Câmara (PSB), que faz oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), aumentou em 26% o orçamento da Universidade de Pernambuco (UPE). A medida anunciada nesta terça-feira (14) pode ser vista como uma jogada estratégica para agradar o setor e alfinetar, indiretamente e de forma pacífica, Bolsonaro.

Com o incremento, a instituição contará com 27,2 milhões para custear, sobretudo, atividades administrativas. No ano passado, a instituição recebeu R$ 21,6 milhões. Segundo o governador, o reforço pode contribuir no crescimento da instituição e desenvolvimento do estado.
A UPE tem 15 unidades de ensino distribuídas no Recife e Região Metropolitana, Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Serra Talhada e Palmares. Segundo o reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão, a verba vai fortalecer a única instituição pública universitária do estado.
O anúncio vai na contramão do que ocorre no campo federal. As três maiores instituições federais de ensino em Pernambuco estimam um corte de cerca de R$ 101,6 milhões no orçamento previsto para este ano. Com a bloqueio de 30% nos investimentos anunciado pelo Ministério de Educação (MEC), os órgãos alertaram para a possibilidade de parar serviços.
Os bloqueios orçamentários são investigados pelo Ministério Público Federal (MPF) que deu cinco dias para que a União justifique os cortes.


Fonte Op9


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário