AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 30 de maio de 2019

Pais de bebê com microcefalia morta após estupro vão para a delegacia


Delegado Durval Barros informou que mãe e pai foram pegos na cidade de São José de Sabugi e estão sendo levados para Soledade, onde vão prestar depoimento sobre a morte da criança de 9 meses

Carro da funerária foi parado na busca pelos pais. Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Carro da funerária foi parado na busca pelos pais. Foto: Divulgação/ Polícia Civil 
Carro da funerária foi parado na busca pelos pais. Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Os pais da criança de 9 meses portadora de microcefalia que foi estuprada e morta nesta quinta-feira (30) foram encontrados na cidade de São José do Sabugi, no Sertão da Paraíba, e levados sob escolta policial para delegacia do município de Soledade, onde vão prestar depoimento. De acordo com o delegado do caso, Durval Barros, a dupla não foi presa, pois não existe provas de que eles tenham envolvimento no estupro.

Leia também:
Bebê de 9 meses com microcefalia foi estuprada antes de morrer
Polícia investiga estupro após morte de criança de 9 meses em Soledade

“Eles não foram presos, mas estão sendo levados para delegacia para darem o depoimento deles. O Numol constatou que a criança foi estuprada, então queremos saber deles, que são os genitores, como isso aconteceu. A comprovação do estupro já foi feita. Agora é saber quem praticou”, explicou o delegado Durval.

Por volta das 16h, o carro da funerária que foi buscar a corpo da criança no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande foi parado por viaturas da Polícia Civil. A intenção era encontrar os pais da menina, mas eles estavam seguindo em um veículo particular e não foram encontrados.

Entenda o caso
Uma criança de 9 meses morreu no Hospital Municipal de Soledade após dar entrada com febre alta e crise convulsiva na noite de quarta-feira (29). O médico que a atendeu acionou a polícia ao perceber que a criança apresentava lesões nas partes íntimas, suspeitando de que ela havia sido vítima de estupro. Após o registro da denúncia, a polícia afirmou abrir investigações do caso.


O corpo foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande, no Agreste da Paraíba, onde o diretor do órgão, Márcio Leandro, informou que os exames realizados no cadáver comprovaram lesões características de coito anal recente.


Fonte Op9
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário