AGORA NO BLOG...

sábado, 25 de maio de 2019

Pernambuco e Paraíba são destaque em ranking de desmatamento zero da Mata Atlântica


No Estado, a mata atlântica cobre cerca de 6.578,51 km², ou 11,66% do território, passando por 63 municípios

Mata Atlântica em João Pessoa, primeira cidade do Brasil a elaborar o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica. Foto: Divulgação PMJP


O relatório oficial que mapeia e monitora a situação da Mata Atlântica foi divulgado nesta quinta-feira (23), apresentando uma queda de quase 10% do desmatamento em relação ao ano anterior, sendo a Paraíba um dos estados que melhor se posiciona no ranking de preservação da vegetação.

De acordo com a pesquisa promovida pela SOS Mata Atlântica, dos 17 estados que tem a Mata Atlântica em seu território, a Paraíba é um dos que está no nível de desmatamento zero, com desflorestamentos abaixo de 100 hectares (100ha ou1 Km²), o que representa 47% a menos em comparação ao último senso realizado entre os anos de 2016 e 2017.

No Estado, a mata atlântica cobre cerca de 6.578,51 km², ou 11,66% do território, passando por 63 municípios. João Pessoa foi a primeira cidade do Brasil a elaborar o Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica, lançado em 2010, promovendo o plantio de mudas de árvores nativas e atuando com o projeto João Pessoa carbono zero, para diminuir a emissão de dióxido de carbono.

Nordeste

Seis dos nove estados que possuem nível de desmatamento zero estão no Nordeste. São eles:

Ceará (7ha)
Alagoas (8ha)
Rio Grande do Norte (13ha)
Paraíba (33ha)
Pernambuco (90ha)
Sergipe (98ha)

“Esses dados comprovam como o acompanhamento da sociedade civil e investimentos dos governos no cumprimento da Lei da Mata Atlântica, por meio dos órgãos de conservação, fiscalização e controle, trazem resultados concretos. Este tipo de ação precisa ter continuidade”, observa Marcia Hirota, diretora executiva da fundação responsável pelo relatório. Vale ressaltar que a Mata Atlântica é o único bioma brasileiro com uma lei específica.


Apesar dos resultados positivos desta edição do Atlas da Mata Atlântica, cinco estados ainda mantém índices inaceitáveis de desmatamento: Minas Gerais (3.379 ha), Paraná (2.049 ha), Piauí (2.100 ha), Bahia (1.985 ha) e Santa Catarina (905 ha).


Fonte OP9

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário