AGORA NO BLOG...

sábado, 31 de agosto de 2019

Aposentado planta mais de 200 árvores no Recife, em cinco anos


A paixão pela plantação de mudas ultrapassou as quatro paredes do condomínio e, atualmente, ocupa áreas abertas do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul.


Admirar as plantas do Seu Luiz faz parte do passeio diário da aposentada Lola Rodrigues — Foto: Reprodução/TV Globo


 O amor que o aposentado Luiz Gonzaga cultiva há anos pelas plantas fez com que os frutos germinassem dentro e fora do condomínio onde mora. Há cinco anos, ele plantava a primeira semente em um pedaço pequena de terra. Atualmente, são mais de 200 árvores plantadas com as próprias mãos.

São plantadas diferentes espécies: acácias, palmeiras, nins indianos e outras. Seu Luiz, como é conhecido, explica que a ação é reflexo da sua consciência ambiental. "Sempre me preocupei com o meio ambiente. Enquanto os outros estão cortando e destruindo, eu faço o meu trabalho. Faço minhas plantas onde tem espaço e depois doo", diz.
A aposentada Lola Rodrigues fica atenta ao trabalho do Seu Luiz e aproveita para garantir uma plantinha. "Todo dia, quando venho passear, fico aqui com ele olhando as plantas", conta.


Admirar as plantas do Seu Luiz faz parte do passeio diário da aposentada Lola Rodrigues — Foto: Reprodução/TV Globo
Residente do mesmo condomínio, a aposentada Zoanil Valença diz que aprova a plantação na área comum. "Eu moro aqui há bastante tempo e adoro o pau brasil que ele plantou. Além de ser uma planta histórica, é bonita, faz sombra e não tem perigo para crianças", afirma.
Além das plantações feitas dentro do condomínio em Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, as redondezas do imóvel também ganharam mais verde. Seu Luiz explica que o processo começa dentro de um vaso, antes de ir para uma área mais abrangente.
Seu Luiz plantou mais de 200 árvores onde mora, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Seu Luiz plantou mais de 200 árvores onde mora, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife — Foto: Reprodução/TV Globo
"A vagem cai no chão, faço a sementeira, coloco no vaso, e trago para cá. É como se fosse um filho. fico acompanhando o crescimento, trago água no verão e vou fazendo a irrigação. É como uma família", conta.
De acordo com o ambientalista Ramiro Machado, a iniciativa de Seu Luiz dá fôlego para continuar envolvido na profissão. "Me sinto lisonjeado sabendo que é mais uma pessoa envolvida na colaboração pela sustentabilidade do planeta", afirma.


Fonte G1


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário