AGORA NO BLOG...

quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Recife ganha 1° lugar no Prêmio Nacional do Turismo 2019 com O Boi Voador


Conhecida pela criatividade, a cidade do Recife conquistou o primeiro lugar no Prêmio Nacional do Turismo 2019 com a peça O Boi Voador, encenada anualmente no Marco Zero, Bairro do Recife. A premiação aconteceu, na noite desta quarta, no Palácio das Artes, em Belo Horizonte.  

 (Foto: Andrea Rego Barros/PCR)

Ganhando o posto de melhor Iniciativa de Aproveitamento do Patrimônio Cultural para o Turismo, a peça revisita o período do Brasil Holandês, entre 1637 e 1644, com a chegada do conde alemão Maurício de Nassau para governar o Recife. O historiador e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) George Félix explicou que apesar de o período de domínio holandês ter durado apenas 24 anos, marcas e memórias profundas permanecem. “O Recife era um povoado acanhado quando Nassau a transformou em uma verdadeira cidade. Um dos feitos nesse processo de urbanização foi a construção de pontes, sobretudo a que ligaa o atual Bairro do Recife ao bairro de Santo Antônio. A obra foi muito cara. Para concluir, o nobre alemão tirou dinheiro do próprio orçamento. O convite à população para ver o boi voar foi uma forma de recuperar gastos por meio da cobrança de pedágio”, afirmou.

O Boi Voador já é conhecido por fazer parte do calendário anual da cidade. Mais de 50 artistas interpretam o texto escrito por José Pimentel e Ruy Aguiar, ocupando dois palcos e sacadas dos antigos edifícios localizados no Marco Zero. A cada ato, o elenco se desloca, permitindo a plateia assistir um espetáculo mais interativo.


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário