AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Vereadora de Nazaré da Mata é suspeita de praticar esquema de rachadinha




No esquema de rachadinha, a vereadora ficava com uma parte do salário de um ex-funcionário


vereadora_maristela_do_gas
A Câmara de Vereadores de Nazaré da Mata, na Zona da Mata Norte do Estado, se reuniu na tarde desta terça-feira (17) para a última sessão ordinária do ano e a principal pauta foi a instalação de uma CPI com o objetivo de cassar o mandato da vereadora Maristela Maribel de Fontes Araújo, mais conhecida como Maristela do Gás (PHS).
A vereadora foi acusada por um ex-funcionário do seu gabinete de promover uma prática conhecida como “rachadinha”. Segundo a denúncia, o servidor identificado como Elex Adão deveria receber um salário de R$ 4.400 conforme o valor registrado no contra-cheque dele. Mas só recebia um repasse de R$ 1.500. A diferença era devolvida à vereadora.
Conversas divulgadas 
Conversas sobre o desvio do dinheiro em uma rede social trocadas entre Maristela do Gás e funcionários do setor de finanças da Câmara de Vereadores de Nazaré da Mata foram divulgadas.
A denúncia foi formalizada no Ministério Público. A Câmara é composta por 13 vereadores, dos quais quatro são do grupo de oposição. 

Fonte Agora Nordeste


←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário