AGORA NO BLOG...

quarta-feira, 10 de junho de 2020

RECIFE PE: Curva de contágio foi achatada e começa a desacelerar no Recife, afirma secretário de Saúde


Correia diz que atendimentos para casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave têm caído na cidade, mas isolamento ainda é recomendado.



A curva de contágio da Covid-19 foi achatada e está em processo de desaceleração no Recife. Quem disse isso é o secretário de Saúde da cidade, Jailson Correia, baseado em dados que divulgou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (10). Ele reforçou, no entanto, que, embora expressiva, a queda não permite relaxamento no distanciamento social para conter a pandemia
"Temos percebido a redução do número de casos [de Síndrome Respiratória Aguda Grave] e redução do número de óbitos, o que nos assegura que a curva de crescimento, tão preocupante, que estamos falando dela há meses, realmente conseguiu ser achatada e está no processo de desaceleração na cidade do Recife. Isso é muito importante", declarou Correia.
Segundo a Secretaria de Saúde do Recife, ao todo, foram registrados 17.133 casos de Covid-19 e 1.315 mortes relacionadas à doença. O município tem, ainda, 13.022 curados. De acordo com o secretário, nas últimas semanas, caíram os números de atendimentos referentes a Srag nas mais diversas modalidades, como nas unidades de saúde de atendimento básico.
"Na atenção básica, por exemplo, na primeira quinzena de maio, a média de atendimentos nas unidades de saúde era na faixa de 500 atendimentos diários. Na última semana, esta média caiu para 300. Se a gente pega o dado da segunda-feira, que é o dado onde há maior movimentação na atenção básica, nas unidades dedicadas à Covid-19, no dia 11 de maio, tivemos nosso pico, com 706 atendimentos num único dia, caindo para 313 nesta segunda, dia 8 de junho", disse.

A tendência de queda também foi observada na procura por atendimentos no aplicativo Atende em Casa. "[O aplicativo] teve seu pico de atendimentos na última semana de abril, em 27 de abril. Naquele momento, foram mais de 900 atendimentos num único dia. Recentemente, no começo da última semana, esses atendimentos caíram para menos de 100 atendimentos diários", afirmou.

Aplicativo Atende em Casa  teve redução no número de atendimentos — Foto: Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação
Aplicativo Atende em Casa teve redução no número de atendimentos — Foto: Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação

O mesmo aconteceu, de acordo com o secretário, nos pedidos de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para casos de Srag.

"Quando a gente compara, a partir do início de maio, os chamados por causas respiratórias estiveram na ordem de 160 chamados telefônicos para o Samu 192 por dia. Mais recentemente, esse número caiu para 50 chamados por dia", declarou o secretário.

Correia explicou que nem todos os chamados feitos pelo Samu são atendidos por ambulância, as chamadas "ativações. "Esse número de ativações de ambulância caiu de cerca de 60 ativações por Srag no início de maio para 30 mais recentemente, uma queda de 50%", explicou o secretário.

Tudo isso, na visão de Jailson Correia, aponta para o fato de que a cidade do Recife conseguiu achatar a curva de contágio e conseguiu fazê-la desacelerar. No entanto, isso não significa que se deva relaxar no isolamento e no distanciamento entre as pessoas.

"Ela [a desaceleração] não permite que nós relaxemos. Não quero passar uma mensagem de excessivo otimismo. Nós temos sempre passado a mensagem da cautela e da necessidade de programação, mas essa queda é expressiva, sim", disse.

O prefeito Geraldo Julio (PSB) anunciou a chegada de mais 13 respiradores, que serão direcionados para unidades de saúde da cidade. Os equipamentos foram comprados na Turquia, totalizando 100 vindo desse país, segundo o prefeito.

"Chegamos também a 155 respiradores recebidos somente nesses últimos dias, da semana passada até aqui. Importante ressaltar que eles vão atender aos pacientes da Covid-19 nos 228 leitos (de UTI) que já abrimos no Recife", declarou Geraldo Julio.

A necessidade de a população manter-se em casa o máximo possível e, quando for necessário sair, não mudar a atitude de distanciamento social e uso de máscaras foi reforçada pelo político. "Só devem sair de casa quem está indo trabalhar, quem agora vai trabalhar nesses segmentos ou quem está saindo para fazer compras e abastecer sua família", disse.

Tele acolhimento

Recife lançou nesta quarta (10) dois canais de "tele acolhimento" para pacientes e profissionais de saúde da rede municipal. Um deles é um canal de teleatendimento usuários do aplicativo Atende em Casa. A ideia é oferecer apoio emocional aos usuários da ferramenta que estiverem atravessando momentos de angústia e tristeza por conta do isolamento social e da Covid-19.


Ao longo do atendimento pelo aplicativo, os mais de 100 médicos e enfermeiros teleorientadores avaliam, caso a caso, a necessidade de apoio emocional. Caso sintam a necessidade, eles podem indicar o serviço para o paciente.

A outra iniciativa é restrita aos profissionais de saúde da rede municipal: O “Acolhe Profissional” funciona como um teleatendimento para dar suporte emocional específico para quem trabalha na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Para solicitar o atendimento por telefone, o profissional deve enviar e-mail para o endereço acolheprofissionalrecife@recife.pe.gov.br.

Covid-19 em Pernambuco
Até a terça-feira (9), foram confirmados 305 novos casos da Covid-19 em Pernambuco, além de 103 óbitos. Assim, o estado passou a somar 41.010 casos e 3.453 mortes de pacientes com o novo coronavírus.


Fonte Casinhas Agreste

←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário