AGORA NO BLOG...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

Funcionária da limpeza é esfaqueada durante o serviço, em Itabaiana



Uma servidora da Prefeitura Municipal de Itabaiana foi esfaqueada na manhã desta segunda-feira, 18. A vítima exerce função na coleta seletiva de lixo e a suspeita é de que o crime tenha sido cometido pelo ex-marido da vítima.  Segundo informações da Secretaria de Comunicação da prefeitura do município, a funcionária estava saindo da garagem da prefeitura para começar o trabalho de limpeza quando o suspeito se aproximou em uma motocicleta e desferiu golpes de faca contra a vítima, ferindo o braço e o pescoço. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. A mulher foi levada consciente para uma unidade hospitalar do município. Já o acusado conseguiu fugir e ainda não foi localizado. 

     

Fonte Cooisas de Timbauba 


João da Costa aponta reflexos das crises do Governo Bolsonaro no Recife e prega união de partidos



Foto: Carlos Lima

Da tribuna da Câmara Municipal, o vereador João da Costa (PT) alertou os reflexos que a série de crises produzidas pelo Governo Jair Bolsonaro têm produzido em todo o País, em especial no Recife. O petista citou como exemplo o caso do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, ameaçado de demissão, que tem gerado paralisia da União para enfrentar os graves problemas nacionais. João da Costa pregou a união de partidos e movimentos sociais para construir uma alternativa e defender os interesses dos trabalhadores.

“Estamos há cinco dias com o ministro Gustavo Bebianno ameaçado de demissão pelo presidente e tem que vir o vice-presidente Mourão pra dizer que de hoje não passa”, destacou João da Costa. “Essa paralisia tem influência direta em políticas públicas. O Brasil continua com 13 milhões de desempregados. Quem anda nas periferias do Recife como nós vê os reflexos do desemprego, da insegurança e a ansiedade do povo pra que o Brasil volte a crescer, gerar empregos e renda”.
Ex-prefeito do Recife, João da Costa destacou que a paralisia do Governo Federal tem prejudicado municípios como o Recife no que tange à celebração de convênios e empréstimos com organismos internacionais para realizar obras. “O governo paralisado, sem projeto para o País, gerador de crises, não traz perspectivas para, através de convênios e de pacto com os municípios, dispor de recursos para fazer habitacionais, para melhorar a mobilidade urbana, enfrentar a insegurança das grandes cidades brasileiras”, listou o vereador.
João da Costa enfatizou que o PT tem procurado articular-se com partidos e movimentos sociais para construir uma alternativa aos projetos do Governo Bolsonaro. O vereador também destacou que o seu partido regressou à Frente Popular em Pernambuco e no Recife, buscando retomar o diálogo e defender a democracia.

“Foi a partir dessa necessidade nacional de enfrentarmos um quadro de crise, que voltamos a nos constituir aqui em Pernambuco e no Recife com a Frente Popular. Uma aliança com o PSB, o PCdoB e outros partidos que têm o objetivo de juntar forças para enfrentar esse grave momento que vive o nosso País”, justificou vereador, aproveitando para comunicar, oficialmente, o ingresso da bancada petista à base do governo na Casa de José Mariano.


Fonte Blog do Edymar Lira


Bancada de oposição realiza blitz no Hospital Getúlio Vargas


A bancada de oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco realizou, nesta segunda-feira (18), a primeira blitz do ano para fiscalizar os serviços do Governo do Estado. O local escolhido foi o Hospital Getúlio Vargas, na zona Oeste do Recife.

O líder da oposição, Marco Aurélio (PRTB), esteve junto com os deputados Antonio Coelho (DEM), Clarissa Tércio (PSC), João Paulo Costa (Avante), Romero Sales Filho (PTB) e William Brigido (PRB). Antes da blitz, o grupo fez uma visita de cortesia ao presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE), conselheiro Marcos Loreto, para tratar do relatório das obras inacabadas do governo do estado.
“Escolhemos a saúde porque o governo do estado sempre disse na propaganda que era mil maravilhas, e o que vimos aqui não é nada daquilo. A situação é a pior possível, macas que vêm de ambulâncias viraram leitos para os pacientes, que ficam no corredor, não tem atendimento digno, falta água, falta remédios. Isso mostra que a propaganda que o governo faz não condiz com a realidade”, afirmou Marco Aurélio.
O deputado Antonio Coelho, vice-líder da bancada de oposição, destacou que a quantidade de pacientes no hospital é quase o triplo de sua capacidade. “A emergência tem capacidade para 72 pacientes, mas funcionários nos disseram que são quase 200 pessoas em atendimento. A solução seria investir em hospitais no interior, já que a grande maioria dos pacientes vêm de fora da Região Metropolitana”, observou Coelho.
Para João Paulo Costa, a situação é “desumana”. “A gente testemunhou uma situação precária na unidade. Existe apenas uma cadeira de rodas para o uso de 200 pacientes, muitos deles estão há semanas esperando por cirurgia. Além disso faltam medicamentos, como o tramal. É uma situação desumana”, destacou. “O que vimos faz vergonha, é algo deplorável. Nem em guerra civil você vê cenas como essas. Goteira, falta de água, falta de medicamentos, um caos”, completou o deputado William Brigido.
A gente testemunhou uma situação precária na unidade. Existe apenas uma cadeira de rodas para o uso de 200 pacientes, muitos deles estão há semanas esperando por cirurgia. Além disso faltam medicamentos, como o tramal. É uma situação desumana
Romero Sales Filho, por sua vez, lembrou que o hospital passou por uma reforma recente, que ampliou de 50 para 72 leitos, porém sem solucionar o quadro atual. “Não adianta destinar recursos quando não se tem eficiência. A reforma foi um paliativo do governo, para que as pessoas continuem com os leitos no chão e sem fazer exames. Os médicos são verdadeiros heróis aqui, vivem numa situação de guerra”, afirmou. Para Clarissa Tércio, o que o grupo ouviu foi um “grito de socorro”. “A nossa bancada de oposição está unida para denunciar esse e outros casos aqui no nosso Estado, que não ocorrem só neste hospital, mas em muitos outros da rede pública”, concluiu.


Fonte Blog do Edymar Lira


Bolsonaro confirma exoneração de Bebianno


A exoneração do ministro da Secretaria-Geral da Presidência foi anunciada minutos atrás pelo porta-voz Rêgo Barros.


Bolsonaro confirma exoneração de Bebianno
Apesar de a sua saída ter sido anunciada internamente no governo, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, amanheceu ainda no cargo nesta segunda-feira (18). Mas a alegria durou pouco.
O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, anunciou que o presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o ministro Bebianno.
Primeiro ministro a deixar o governo, Bebianno despachava do Palácio do Planalto e foi um dos coordenadores da campanha presidencial de Bolsonaro no ano passado.
O nome de Bebianno estava envolto em névoa desde que o agora ex-ministro comprou briga com um dos filhos do Presidente, o vereador fluminense Carlos Bolsonaro.


Fonte uol

Antônio Moraes questiona propostas de Sérgio Moro para segurança pública



antonio_moraes_1

A proposta para a segurança pública e contra a corrupção apresentada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi comentada pelo deputado Antônio Moraes (PP) nesta quinta (14). Em pronunciamento no Pequeno Expediente, ele declarou-se preocupado com as consequências da aprovação do pacote. “É preciso pensar antes para não promover algo sem aplicabilidade”, alertou. A cessão de parte do Complexo Prisional de Itaquitinga, na Zona da Mata Norte, para construção de presídio federal também foi questionada.

Na visão de Moraes, o pacote apresentado por Moro aos governadores no último dia 4 “não terá aplicabilidade”. “Cerca de 80% das propostas tratam de endurecimento das penas, mas onde vamos colocar as pessoas se os presídios estão lotados?”, indagou. O Ministério da Justiça defende a medida para “dar mais agilidade no cumprimento de penas, aprimorar as investigações e diminuir a sensação de impunidade”.

Antônio Moraes também fez apelo ao secretário estadual de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico: “Que repense sobre a cessão de Itaquitinga ao Governo Federal, porque pode trazer prejuízos para o nosso Estado”. Em dezembro de 2018, o Governo Estadual formalizou a federalização da III Unidade de Regime Fechado de Internação (URFI) e do Centro Integrado de Ressocialização (CIR) de Itaquitinga, que ficou sob a gerência do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), para construção de uma nova unidade prisional federal.
O parlamentar também citou o Estatuto da Criança e do Adolescente ( Lei Federal nº 8.069/1990). “Quando foi criado, o Brasil passou a ter uma legislação de primeiro mundo, mas hoje não vemos os resultados pretendidos”, avaliou. Outro tema mencionado foi a Transposição do Rio São Francisco: “A conta está chegando agora. Mesmo em dificuldades financeiras, os Estados vão ter que pagar pela água”, frisou. Divulgada na quarta (13), a Resolução nº 6/2019 da Agência Nacional de Águas (ANA) estabeleceu o valor de R$ 0,519 por metro cúbico de água para a tarifa de consumo e R$ 0,263, na de disponibilidade.


Fonte Aliança Agora


Bolsonaro anuncia leilão de seis aeroportos no Nordeste


Terminais do Recife, Maceió, João Pessoa, Campina Grande, Aracaju e Juazeiro do Norte serão postos à venda. Outros seis aeroportos também serão leiloados


Foto: Ana Araújo/Portal da Copa



Na expectativa de concluir até março os 23 leilões de concessão de aeroportos, o presidente Jair Bolsonaro destacou hoje (18), em sua conta no Twitter, a captação de R$ 3,5 bilhões em investimentos em 12 terminais, prevista para o próximo mês. Metade deles está no Nordeste: Recife, Maceió, João Pessoa, Campina Grande, Aracaju e Juazeiro do Norte. Os aeroportos restantes são os de Vitória (Espírito Santo), Macaé, Cuiabá e Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta, todos em Mato Grosso.
“Todos os leilões dos aeroportos citados estão previstos para serem realizados até março deste ano, conforme anúncio feito pelo Programa de Parcerias de Investimentos do governo federal.. Qualidade no serviço específico, empregabilidade e economia. Estes são apenas os primeiros passos dentro desta área!”, disse o presidente.
A meta faz parte do planejamento de ações dos 100 primeiros dias de governo, divulgado pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, no fim de janeiro.
Mais empregos
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, responsável pela área, já havia anunciado que o processo relativo a 12 terminais ocorreria em 15 de março. De acordo com os cálculos feitos pelo governo, a estimativa é arrecadar R$ 6,4 bilhões até o fim do ano, considerando a concessão de todos os aeroportos.
Além dos terminais aeroportuários, o Ministério da Infraestrutura ainda pretende arrendar mais 10 terminais portuários e a Ferrovia Norte-Sul ainda nos 100 primeiros dias de governo. O valor total estimado em investimentos com essa ação supera R$ 7 bilhões.


Fonte Op9


Prefeito de Camaragibe cobra participação de funcionários em prévia de Carnaval


Prefeito de Camaragibe, no Grande Recife, Demóstenes Meira (PTB) voltou a protagonizar uma polêmica no último fim de semana. Em dois áudios que circularam por aplicativos de mensagens ontem, o chefe do executivo municipal emitiu recomendações aos funcionários com cargos comissionados, para que participassem de uma prévia carnavalesca, que teria como atração sua noiva, a cantora Taty Dantas.

Foto: Divulgação

A mensagem teria sido enviada em um grupo de WhatsApp chamado “Tropão”, cujos integrantes fazem parte da gestão municipal. “Quero convidar todos os cargos comissionados para agora, 12h, estar em frente ao trio onde vai cantar a minha noiva Taty Dantas. (…) Vou fazer um cordão de isolamento ao redor do trio só para os comissionados. Por favor, divulguem, multipliquem. A gente vai filmar e eu vou contar quantos cargos comissionados foram até o evento. Eu sei que tem gente que não gosta de Carnaval. Eu também não vivo Carnaval, mas minha noiva vai cantar, a minha futura esposa Taty Dantas, e eu quero a presença de todos os cargos comissionados. Vai lá para dar presença. Depois que ela cantar as músicas dela, tá (sic) todo mundo liberado”, diz um trecho do áudio.

O prefeito diz ainda que designou 30 guardas municipais para fazer a segurança dos funcionários, além dos 200 que já estavam trabalhando durante o evento. Na declaração, Meira afirma também que a gestão municipal patrocinou o bloco Canário Elétrico, que seria do secretário de Educação de Camaragibe, Denivaldo Freire.

Em outro áudio, Meira reforça o pedido e cobra novamente a presença dos funcionários. “Tratem de ouvir a mensagem, porque estou acompanhando de perto quem está clicando, quem está abrindo. Quem está dormindo, quando acordar escuta a minha mensagem. 
Quero todos os cargos comissionados no bloco, independente de ser crente, espírita, católico, de não gostar de Carnaval, eu quero todos os cargos comissionados.” As imagens do show foram divulgadas nas redes sociais da cantora Taty Dantas, que também ocupa o cargo de secretária de Assistência Social do município.

Em nota, a Prefeitura de Camaragibe defendeu que o prefeito “não forçou nenhum funcionário da prefeitura a comparecer ao bloco Canário Elétrico”. “Na verdade, foi feita uma convocação apenas daqueles que ocupam cargos comissionados para apoiar o bloco, que é tradicional nas prévias carnavalescas do município. 
Ressaltamos ainda que o órgão municipal não patrocinou a saída do bloco e nenhum show que acontecerá nele. Apenas foi dado apoio com Guarda Municipal e assistência médica, assim como em todos os outros blocos que sairão na cidade”, diz o comunicado. O prefeito não se pronunciou sobre o assunto.

Essa não é a primeira vez que Demóstenes Meira se envolve em uma polêmica. No fim do ano passado, o prefeito de Camaragibe foi filmado ameaçando fiscais da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), que tentavam impedir o desmatamento de uma área de proteção ambiental (APA) em Aldeia-Beberibe, para a construção de uma estrada. Na ocasião, o serviço estava sendo executado sem licença do órgão ambiental. Os tratores só pararam de trabalhar quando a Polícia Militar chegou ao local.

Em setembro, o petebista havia se envolvido em outra polêmica, envolvendo as eleições majoritárias. Em um outro áudio, ele teria ameaçado exonerar funcionários que não votassem igual a ele. O caso foi parar na Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco (PRE-PE) .

Fonte NE10


Proxima  → Página inicial